PANDEMIA

Câmara municipal volta a ter sessões virtuais após revogação de atividade presencial

Ato foi revogado e publicado na última segunda-feira (11) pelo presidente da Casa Legislativa, vereador Jeová Alencar


Câmara Municipal de Teresina

Câmara Municipal de Teresina Foto: Divulgação/CMT

A Câmara Municipal de Teresina passou mais de 30 dias fechada desde 17 de março, início da pandemia do novo coronavírus no Estado, com isso o trabalho dos vereadores vinha acontecendo através de sessões ordinárias virtuais.

Acontece que no início de maio o presidente Jeová Alencar retomou as atividades presenciais da Casa Legislativa, que chegou a realizar apenas uma sessão, ocorrida no dia 6 deste mês. E ontem, o vereador, vendo o crescimento de infectados com Covid-19 na capital, o baixo índice de isolamento social e a necessidade de preservar a saúde dos vereadores e funcionários da CMT, baixou portaria revogando essas atividades presenciais como mostra o ato da mesa diretora na imagem abaixo.

Vereadores que fazem parte do grupo de risco para o novo coronavírus como Neto do Angelim e Joaquim do Arroz não participaram da única sessão presencial durante a pandemia. A bancada aliada ao Palácio da Cidade criticou a retomada das atividades e havia protocolado recurso pedindo a revogação das atividades presenciais, mas com a antecipação de Jeová, o recurso não precisará mais ser votado pela Casa. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: