Política

Bertholdo denuncia pressão do entorno de Moro contra presidente do TRE-PR

Advogado ressaltou que, mesmo que haja um movimento contra o desembargador Sigurd Bengtsson, isso não surtirá efeito

Da Redação

Segunda - 01/04/2024 às 16:17



Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado/Reprodução Julgamento de Sérgio Moro acontece hoje
Julgamento de Sérgio Moro acontece hoje

O advogado Roberto Bertholdo, em publicação na rede social X nesta segunda-feira (1), denunciou uma suposta pressão realizada pela "turma" do ex-juiz suspeito e atual senador Sergio Moro (União) contra o desembargador Sigurd Bengtsson, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, a fim de evitar um voto decisivo pela cassação no julgamento que ocorre hoje.

"Muito experiente na arte do terrorismo, a turma de Moro iniciou um movimento em Curitiba para tentar emparedar o presidente do TRE do Paraná", escreveu o advogado. "Acontece que algumas previsões estariam a indicar que inicialmente poderia ocorrer um empate de 3 a 3 no julgamento que se inicia hoje e, em acontecendo isto, exigiria o voto de Minerva do desembargador Sigurd Bengtsson, para definir o resultado final do juízo", explicou.

Bertholdo, então, afirmou que jornalistas e assessorias de imprensa "têm recebido investidas com informações de que o presidente do TRE será “trucidado” caso vote contra Moro". Ele disse que foi procurado por quatro jornalistas renomados com o seguinte questionamento: “você acha que o presidente será trucidado em Curitiba caso vote contra Moro? Isso fará com que ele mude a sua convicção?”, disse.

"A Lava Jato fez isso contra Teori Zavascki e contra uma série enorme de outras autoridades.  Este foi um método terrorista que se repetiu muitas vezes na Lava Jato e se repete agora e quer atingir o presidente do TRE com uma indevida pressão, só que desta vez vai se virar contra o próprio Moro. Aquela famosa frase, ainda do século XVIII, “Ainda existem juízes em Berlim”, servirá também para Curitiba", analisou o advogado. 

Por fim, Bertholdo concluiu que, mesmo que haja pressão, ela não surtirá efeito: "fiquem seguros, pois todos no Paraná sabem que o presidente do TRE, o desembargador Sigurd, é um homem honesto, um magistrado seguro, independente, tecnicamente, muito preparado e acima de tudo, preocupado em realizar a Justiça".

Fonte: Brasil 247

Siga nas redes sociais

Compartilhe essa notícia: