;

Assis e B. Sá disputam direção de hospital em Oeiras

O deputado B. Sá divulgou hoje (19) um áudio onde o pai declara apoio a WDias


Deputado estadual B.Sá (PP)

Deputado estadual B.Sá (PP) Foto: Caio Bruno/Alepi

Os boca-preta, liderados pelos B.Sá - pai e filho - vão brigar pela indicação da direção do Hospital Regional de Oeiras. O deputado estadual, B. Sá Filho (Progressistas) divulgou hoje (19) na mídia um áudio onde o pai, coordenador de Irrigação B. Sá fala sobre o voto em Wellington Dias.

O áudio desmente o presidente do PT no Piauí, deputado Assis Carvalho, que disse que os boca-preta não fizeram campanha para Wellington Dias em 2018.

“Aqui já temos falado que apoiamos o governador Wellington Dias. Ele tem apresentado neste mandato muitos altos e baixos. Aqui mesmo nesta terra de Oeiras, o grupo Boca Preta tem sofrido muito nas unhas de uma minoria  do partido do governador. Não é o governador, não é a vontade nem a cabeça do governador. Ele é um homem educado e da conversa. Se os órgãos aqui por eles ( PT) administrados deixam  a dever, fazem mal a sociedade, nós do grupo Boca Preta não temos culpa. Apoiamos o governador pelos apoios que ele deu a Oeiras, pelo apoio que deu a Zé Raimundo. O mercado foi concluído por Wellington (....)", diz B. Sá pai, no áudio.

Reação

Assis reagiu e afirmou que B. Sá votou em Luciano Nunes em 2018. “Depois de minhas críticas em Oeiras, o B. Sá encerrou a campanha do filho dizendo que decisão estava tomada: votaria em Wellington por gratidão mesmo diante de tantas reclamações ditas no discurso. Mas no encerramento da campanha, a base dele já tinha decidido votar em Luciano Nunes e o vereador Nilson Miranda votou em Dr. Pessoa. Ora! Se nenhum vereador votou em Wellington, nenhum secretário [votou], então o voto de B. Sá foi pessoal. Isso [do grupo não apoiar Wellington] não é segredo em Oeiras".

Fonte: Paulo Pincel

Próxima notícia

Dê sua opinião: