PRAZO INICIADO

Abertas as inscrições para o Programa de Alimentação Saudável (PAS) de 2024

Entidades receptoras que atendam pessoas em situação de vulnerabilidade social no Piauí também são elegíveis para participar


Agricultura

Agricultura Foto: Pixabay

A Secretaria de Agricultura Familiar (SAF) está com inscrições abertas para o edital de 2024 do Programa de Alimentação Saudável (PAS) até o dia 29 de fevereiro. A iniciativa tem como objetivo adquirir a produção de trabalhadores rurais, realizando transferências diretas para instituições socioassistenciais e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Com um investimento de R$ 6 milhões provenientes do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), o edital deste ano contempla a participação de organizações sociais sem fins lucrativos e cooperativas que trabalham com agricultores familiares e produtores rurais individuais. Além disso, entidades receptoras que atendam pessoas em situação de vulnerabilidade social no Piauí também são elegíveis para participar.

Agricultura 

Segundo Ana Maria dos Santos, presidente da Associação de Mulheres Produtoras Rurais na Agricultura Familiar de José de Freitas, o PAS desempenhou um papel fundamental durante a pandemia, auxiliando os produtores rurais na venda de suas produções.

“Na pandemia da Covid-19, enfrentamos grandes dificuldades e necessidades. Muitas pessoas estavam desanimadas, e o PAS chegou em um momento crucial, melhorando as condições de vida dos fornecedores e atendendo aos mais vulneráveis, entregando produtos de qualidade”, ressaltou a agricultora.

Evandro Cardoso, superintendente de Comercialização, Agroindustrialização e Inovação da SAF, destaca que o PAS representa um compromisso do Governo do Piauí no fortalecimento e desenvolvimento da agricultura familiar.

“Estamos proporcionando oportunidades de comercialização a preços justos para que agricultores possam escoar suas produções, obtendo retornos econômicos significativos. Vale ressaltar que, na outra ponta dessa ação do programa, está a doação simultânea para pessoas em situação de vulnerabilidade social”, concluiu o gestor.

Fonte: Governo do Piauí

Siga nas redes sociais
Próxima notícia

Dê sua opinião: