Sem Ciro, PP na Câmara acena para apoio a Bolsonaro

Progressista terá a terceira maior bancada na Câmara, com 34 deputados


Deputado Arthur Lira fala à imprensa após reunião com Jair Bolsonaro

Deputado Arthur Lira fala à imprensa após reunião com Jair Bolsonaro Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Dono da terceira maior bancada parlamentar na Câmara a partir do ano que vem, com 34 deputados federais, o Progressistas (PP) se reuniu na tarde de ontem (12) com Jair Bolsonaro, em Brasília, sem a presença do presidente nacional do partido, senador Ciro Nogueira (PI), para ouvir os planos do presidente eleito para o país.

De acordo com o líder do partido na Câmara, deputado Arthur Lira (AL), não foi discutida a entrada da legenda na base do governo, mas o apoio para a votação de projetos.

"Não ficou nada definido com relação a isso [entrada na base de governo]. O partido vai votar as matérias que julgar necessárias, importantes para o país, sem nenhum tipo de assentamento, de fazer parte da base ou não do governo do presidente Bolsonaro", afirmou. O presidente eleito foi, por quase 20 anos, integrante do PP com mandato de deputado no Congresso Nacional.  

Segundo Lira, a conversa entre Bolsonaro e a bancada girou em torno de temas genéricos como relações internacionais, meio ambiente, geração de emprego e valores familiares. Ele vê convergência entre os projetos do governo e do partido para o país.

"As ações programáticas do governo Bolsonaro e do PP se coadunam na maioria dos casos. Nós temos mais convergências do que divergências e nas convergências nós iremos ajudar", acrescentou.

Fonte: Agência Brasil

Próxima notícia

Dê sua opinião: