INFRAÇÃO

Irmão Guido: presos fogem pela segunda vez em menos de uma semana no Piauí

Há sete dias dez presos tentaram fugir da Casa de Custódia, na zona Sul de Teresina; três conseguiram êxito


Unidade Prisional no Piauí

Unidade Prisional no Piauí Foto: Divulgação/Sejus

Sete presos conseguiram fugir da Penitenciária Irmão Guido por volta das 14h30 desta segunda-feira (23). A informação foi confirmada ao Piauihoje.com pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (SINPOLJUSPI) e pela Secretaria de Justiça do Estado (SEJUS). O presídio fica localizado na zona rural de Teresina, BR 316, quilômetro 14.

Segundo nota divulgada pela Sejus, os detentos fizeram um buraco em uma das paredes do Pavilhão C e pularam o muro da unidade prisional.

Nota - SEJUS

A Gerência da Penitenciária Irmão Guido informa que os detentos Luís Henrique Leite de Araújo, Tárcio Sales da Silva, Yure de Araújo Oliveira, Antônio Marcos da Silva, Ezequiel da Silva Oliveira, Francisco Gardel Costa de Araújo e Carlos Batista Dias Sousa conseguiram empreender fuga, por volta das 14h30, dessa segunda-feira (23). Os detentos cavaram um buraco na parede superior do Pavilhão C e pularam o muro. A Secretaria de Estado da Justiça informa que equipes de segurança do Estado estão em diligência para a recaptura dos indivíduos.

Na última terça-feira (17), dez presos tentaram fugir da Penitenciária Professor José Ribamar Leite (antiga Casa de Custódia), três conseguiram empreender fuga, outros sete foram recapturados. A Sejus não informou se o trio foi localizado e reconduzido à prisão.

VISITAS

Coincidência ou não, foi também na terça-feira que o Secretário de Estado da Justiça, Carlos Edilson assinou uma portaria determinando a suspensão de visitas, pelo período de 15 (quinze) dias, em todas as unidades prisionais do Piauí. A medida tem como objetivo prevenir o contágio do coronavírus (Covid-19) no sistema prisional, preservando, assim, a integridade de servidores e detentos.

BENEFÍCIO

Na sexta-feira (20), o juiz José Vidal baixou portaria concedendo prisão domiciliar aos apenados do regime semiaberto e aberto do Piauí. O benefício é temporário e vai até o dia 31 de maio, tendo os presos que retornarem às unidades prisionais no dia 1 de junho. Com isso, cerca de 550 detentos serão colocados em liberdade gradativamente. Imagens mostram presos deixando a Penitenciária Major Cesar na manhã desta segunda-feira após benefício da Justiça.

Matéria relacionada

Dez presos tentam fugir da Casa de Custódia; 7 são interceptados no teto do presídio

Próxima notícia

Dê sua opinião: