CASO PEDRO II

Mãe da advogada Izadora Mourão é indiciada pelo assassinato da filha

Decisão do pedido de prisão deve partir do Ministério Público, segundo o delegado Barêtta


Maria Nerci, mãe da advogada Izadora Mourão

Maria Nerci, mãe da advogada Izadora Mourão Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (23), o delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que a Polícia Civil indiciou o jornalista João Paulo Mourão e sua mãe Maria Nerci pelo assassinato da advogada Izadora Santos Mourão.

Veja mais:

>> Jovem de apenas 17 anos é morto a tiros em Piripiri

>> PRF prende suspeitos de roubar joalheria no Teresina Shopping

Segundo o delegado, mãe e filho vão ser indiciados pelo crime de homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, sem chance de defesa e feminicídio).  Maria Nerci ainda vai responder pelo crime de coação a testemunha no curso do processo e fraude processual.

De acordo com informações, ficou comprovado que Maria Nerci estaria na cena do crime. Barêtta disse ainda que a decisão do pedido de prisão da mãe da advogada morta deve partir do Ministério Público.

Izadora Santos Mourão, 41 anos, foi assassinada com pelo menos sete facadas dentro de casa, no município de Pedro II, no sábado (13). A princípio, circulou a informação de que ela teria sido morta por uma mulher, que sequer foi identificada.

Próxima notícia

Dê sua opinião: