ESTELIONATO

Homem é preso por comprar moto com documento falso para trabalhar como mototaxista

Mototaxista usou documento que mulher havia perdido para comprar a moto e se passou por esposo da vítima, falsificando sua assinatura


Eleutério Alves foi preso em flagrante

Eleutério Alves foi preso em flagrante Foto: Divulgação/PC-PI

Um homem foi preso em flagrante nesta quinta-feira (05), em Teresina, acusado de comprar uma moto modelo Yamaha usando documentos que uma mulher havia perdido. Identificado como Eleutério Alves dos Santos, o homem de 52 anos, disse que o veículo seria usado para ele trabalhar como mototaxista.

Após a compra, a vítima passou a receber cobranças da empresa, pois a primeira prestação da moto não havia sido paga. A moto foi comprada em uma loja no Centro da cidade com a carteira de habilitação da mulher.

"Foi uma tentação, a moto não tem nem cem quilômetros rodados, está igual ao que recebi da loja", disse o acusado.

Diante da situação, a mulher prestou um Boletim de Ocorrência. Foi até a loja e comprovou que o veículo, de fato, havia sido comprado em seu nome, mas notou que a assinatura era falsa. O 1º Distrito Policial assumiu o caso e efetuou a prisão de Eleutério. O homem foi encaminhado para a Central de Flagrantes e foi autuado por receptação e fraude.

Próxima notícia

Dê sua opinião: