FLORES DO PIAUÍ

Ex-prefeito do Piauí é preso no Pará por triplo homicídio 26 anos após o crime

O crime contou ainda com a ajuda do ex-vereador Sonaldo da Costa Moura


Máximo Ribeiro de Sá, condenado por triplo homicídio no Piauí

Máximo Ribeiro de Sá, condenado por triplo homicídio no Piauí Foto: Reprodução

Máximo Ribeiro de Sá, condenado a nove anos de prisão em regime fechado pela Justiça do Piauí por triplo homicídio, foi preso nesta sexta-feira (19) no Estado do Pará durante a operação policial intitulada 'Força Amiga', realizada numa parceria entre a Polícia Civil do Piauí e do Pará.

O homem é ex-prefeito do município de Flores do Piauí, onde teria assassinado três pessoas em 1994, ou seja, há 26 anos. Ele foi preso na cidade de Jacareacanga, região Sudeste do Pará. De acordo com a investigação, Máximo matou Yure Gargarim de Oliveira Rego, de 23 anos, José Vasconcelos de Oliveira Rego, de 22 anos e Carlos Marcelo Vieira, de 24 anos, que eram da mesma família na região. 

O crime contou ainda com a ajuda do ex-vereador Sonaldo da Costa Moura e foi motivado por intrigas políticas entre as famílias Miranda e Oliveira na cidade.

Próxima notícia

Dê sua opinião: