VIROU RÉU

Mão Santa é intimado a depor por chamar professoras de "galinhas cacarejadoras"

O ato ocorreu no ano passado quando o prefeito de Parnaíba gravou um vídeo para insultar as professoras


Mão Santa, prefeito de Parnaíba

Mão Santa, prefeito de Parnaíba Foto: Reprodução

O juiz Heliomar Rios Ferreira, da 1ª Vara Civil de Parnaíba,intimou o prefeito do muicípio, Mão Santa (DEM), para prestar esclarecimentos no processo movido pelo Sindicato dos Professores da Educação Básica do Piauí (SINTE/PI). Mão Santa virou réu no processo após chamar as professoras da rede municipal de Parnaíba de “galinhas cacarejadoras” em outubro do ano passado. 

O ato foi gravado em vídeo e ganhou grande repercussão nas redes sociais. Na época, os professores das escolas municipais de Parnaíba realizavam protestos reivindicando melhorias salariais. Insatisfeito com as reclamações. Foi então que o prefeito publicou um vídeo afirmando que não seria intimidado por “galinhas cacarejadoras”, se referindo às professoras.

 “Não adianta cacarejar, os fracassados. Não vai me intimidar, galinhas cacarejadoras. A verdade prevalece, o saber vence a ignorância”, afirmou Mão Santa no vídeo.


A declaração de Mão Santa gerou revolta na categoria e com isso o Sinte divulgou nota de repúdio e entrou com uma ação civil por danos morais coletivos no valor de R$ 70 mil. O prefeito terá que se explicar na justiça. 

“É repugnante e lamentável ver que um gestor destrata as servidoras da educação sem qualquer brio ou decoro, em observância à sua condição de autoridade pública [...] não é a primeira vez que tal fato acontece, Mão Santa, durante uma solenidade numa escola, chegou a chamar as professoras de ladras e vagabundas, e agora de 'galinhas cacarejadoras”, finaliza a nota do SINTE/PI.

Fonte: Sinte-PI

Próxima notícia

Dê sua opinião: