SERVIÇOS

Governo assina ordem de serviço e autoriza início de obras de manutenção em Algodões

O gestor do Idepi destacou ainda que paralelo ao projeto de recuperação, também será elaborado um Plano de Gestão e Segurança da barragem Algodões II


Barragem Algodão II

Barragem Algodão II Foto: Divulgação

O Governo do Estado, por intermédio do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), assinou ordem de serviço para dar início à execução de obras de manutenção da barragem Algodões II, em Curimatá. A empresa foi contratada por meio de licitação e vai trabalhar, inclusive, na recomposição/recuperação dos equipamentos hidromecânicos da tomada de água da barragem, que haviam sido furtados, o que levou a barragem a funcionar de forma manual.

"Hoje, o Idepi é responsável pela manutenção e monitoramento de 14 barragens no Estado e nosso trabalho consiste em fazer inspeções constantes, durante todo o ano, inclusive no período chuvoso. Dessa forma, conseguimos acompanhar as estruturas da barragem e proceder a ações necessárias, como manutenções corretivas e/ou preventivas, reparar possíveis danos, garantindo a funcionalidade técnica e operacional das barragens. O que garante a tranquilidade da população", explica o diretor-presidente do Idepi, Leonardo Sobral.

O gestor do Idepi destacou ainda que paralelo ao projeto de recuperação, também será elaborado um Plano de Gestão e Segurança da barragem Algodões II, assim como está acontecendo com Piracuruca, que já foi anunciado. "Esta é uma ação preventiva e faz parte da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), servindo de orientação para operação e manutenção da barragem, além de dar tranquilidade para a população do município, especialmente àqueles que vivem no seu entorno", disse Sobral.

Construída no ano 2000, a barragem Algodões II é considerada de grande porte e possui capacidade de armazenamento de cerca de 250 milhões de metros cúbicos d´água. O Projeto de recuperação está sendo acompanhado pelo geólogo Edilberto Monteiro, que esteve em Curimatá para visita técnica, sendo considerado um dos mais renomados especialistas em barragens do Brasil, acumulando uma experiência de cinquenta anos na área, inclusive, participou do projeto inicial de construção da Algodões II e outras barragens do Estado.

Veja também:

Professor é encontrado morto dentro de casa em São Julião

Bolsonaro gasta R$ 1,2 milhões furar poços, mas não entrega água no Piauí

Águas de Timon realiza mutirão da Tarifa Social para beneficiar clientes de baixa renda

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: