COVID-19

Boris Johnson é internado com coronavírus

Downing Street afirmou que era apenas uma medida de precaução, mas a admissão de Johnson em uma noite de domingo vem depois de dias de rumores de que sua condição estava piorando.


Boris Johnson

Boris Johnson Foto: Reprodução

Após manter isolamento por dez dias, o primeiro-ministro inglês foi internado em hospital em decorrência de infecção por coronavírus. Boris Johnson, segundo noticiado pelo The Guardian, apresentava pioras nos sintomas, daí a necessidade de internar.

Downing Street afirmou que era apenas uma medida de precaução, mas a admissão de Johnson em uma noite de domingo vem depois de dias de rumores de que sua condição estava piorando.

Um porta-voz de Downing Street disse: “A conselho de seu médico, o primeiro-ministro foi internado hoje à noite no hospital para exames. Este é um passo de precaução, pois o primeiro-ministro continua apresentando sintomas persistentes de coronavírus 10 dias após o teste positivo para o vírus”.

Johnson está internado em um hospital do NHS em Londres, onde permanecerá “pelo tempo que for necessário”.

O jornal entende que Johnson permanece no comando do governo, embora o secretário de Relações Exteriores e primeiro secretário de Estado, Dominic Raab, esteja pronto para assumir o comando, se ele piorar.

Johnson esperava deixar a quarentena na sexta-feira após sete dias de auto-isolamento, mas apresenta febre persistente, o que o obrigaria a permanecer dentro de seu apartamento no número 11 da Downing Street.

O The Guardian já havia noticiado que Johnson estava mais doente do que ele ou seus assessores estavam dispostos a admitir, e que os médicos que o atendiam estavam preocupados com sua respiração.

Mas Downing Street negou que a saúde do primeiro-ministro tenha se deteriorado seriamente e insistiu que não havia planos de internação naquele momento.

A companheira de Johnson, Carrie Symonds, que está grávida, revelou no sábado que também estava com coronavírus, mas está se recuperando.

Fonte: Portal GGN

Próxima notícia

Dê sua opinião: