Apresentadora 'antivacina' morre de gripe suína aos 26 anos

Bray Payton chegou a descrever a vacinação como “o demônio”


Bray Payton considera a vacina um

Bray Payton considera a vacina um "demônio" Foto: Instagram

Pode chamar de ironia do destino. Bray Payton, uma popular e jovem apresentadora americana que ganhou fama por se declarar contrária à vacinação em redes de televisão dos Estados Unidos, como a Fox News, morreu no dia 28 de dezembro, na Califórnia, aos 26 anos.

O motivo? Gripe H1N1, mais conhecida como gripe suína, agravada por um quadro de meningite. Editora da revista digital “The Federalist”, de viés conservador, Bre (alcunha que  adotava nas redes sociais) chegou a descrever a vacinação como “o demônio” em sua conta no Twitter em 2011 durante campanha estadual que promovia a imunização contra a coqueluche.

Fonte: Exame

Próxima notícia

Dê sua opinião: