PANDEMIA

Governo do PI prorroga isolamento, mas autoriza retomada de algumas atividades econômicas

O governador informou que vai reabrir o setor da Construção Civil a partir de segunda-feira, dia 8


Governador Wellington Dias

Governador Wellington Dias Foto: Divulgação

Após uma reunião extensa com Comitê Científico, o governador Wellington Dias (PT) decidiu prorrogar o decreto de isolamento social. O decreto tinha validade até amanhã (07), mas agora foi prorrogado até o dia 22 de junho. Apesar de manter o isolamento social, o Piauí vai reabrir os primeiros setores da Construção Civil. Isso porque o Comitê de Operações Emergenciais (COE) apresentou parecer favorável a flexibilização ao se basear na análise de dados epidemiológicos da Covid-19, queda no índice de transmissibilidade, número de leitos ocupados e a abertura de novas vagas na rede hospitalar para tratamento da doença.

O governador Wellington Dias irá editar novos decretos na segunda (8) estabelecendo novos parâmetros para os setores contemplados. Vale ressaltar que vai continuar em funcionamento apenas os serviços essenciais e os que serão citados no novo decreto. Cada setor seguirá protocolos determinados pela Vigilância Sanitária. 

"É possível dar início à retomada com toda a cautela possível, ouvindo os especialistas. A cada segunda-feira teremos uma série de informações sobre a taxa de transmissibilidade, leitos disponíveis e ocupados, recursos humanos, equipamentos e se cumprimos as metas. Com base nisso, tomaremos decisões para novos passos" explicou o governador.

O Comitê é formado composto por médicos, técnicos e pesquisadores, que deu aval para o Governo do Estado  esses dois setores e recomendou que o governador prorrogue o isolamento social.

Algumas lojas do segmento, como de materiais de construções e vidros, deverão ser autorizadas para reabrirem. Neste domingo, o governador irá divulgar a prorrogação do decreto com os critérios de avaliações. Caso haja um  aumento de casos de forma descontrolada, o governo voltará atrás e determinará o fechamento das lojas. 

Pesquisa

Os dados epidemiológicos do coronavírus no Piauí revelam tendência de redução proporcional no número de infectados que está em ritmo mais lento. A última pesquisa realizada em parceria com o Instituto Amostragem estabelece o índice de transmissão da Covid-19 em 0,9. Quanto aos leitos hospitalares para casos graves (com respiradores), a taxa de ocupação está próxima de 53%.  A meta da Secretaria de Estado da Saúde é chegar a 500 leitos até 30 de junho, com perspectiva de reduzir a ocupação para menos de 50%.

Fiscalização continua

O governo anunciou que permanecerá com fiscalização criteriosa e busca parcerias com as prefeituras para três finalidades específicas: intensificar as barreiras sanitárias, evitando importação da doença, especialmente nas áreas de divisa com outros estados; adesão ao programa Busca Ativa, desafiando municípios com baixo índice de testagem a promover mais exames; além da integração de dados e padronização de procedimentos, estabelecendo regras uniformes a serem seguidas por todos os municípios.

"Há necessidade de cumprimento de regras de barreiras, quarentena, isolamento social. Estabelecer um regramento e ter uma estrutura organizada para executar" acrescentou Dias.

Próxima notícia

Dê sua opinião: