Seplan lança Carta Cepro e firma convênio com Academia Piauiense de Letras

Durante o evento, também foi anunciado o projeto de digitalização da Biblioteca Pádua Ramos.


Evento

Evento Foto: Ascom

O secretário de Estado do Planejamento, Antonio Neto, lançou, na manhã desta sexta-feira (24), a 30ª edição da Revista Carta Cepro, no auditório da Seplan e firmou um convênio com o presidente da Academia Piauiense de Letras (APL), Nelson Neri Costa, para a publicação de obras, artigos e teses de pesquisadores e grandes autores piauienses. 

Durante o evento, o secretário apresentou ainda o plano de ação para a nova superintendência de Estudos Econômicos e Sociais, que passa a fazer parte da Seplan e anunciou dez vagas para analistas no próximo concurso a ser realizado para a Seplan, com a possibilidade de aumentar em mais dez, totalizando 20 vagas.

“Vamos também manter os editais com a nossa parceira Fapepi. Com isso, estamos trazendo novos pesquisadores bolsistas, inteligência, pessoas que estão trabalhando e pesquisando. Queremos então, de forma bem objetiva, dar à sociedade piauiense uma resposta porque os órgãos setoriais têm muita dificuldade de realizar seus trabalhos se não tiverem pesquisas e estudos econômicos e sociais servindo de base para orientar a realização das ações estratégicas”, declarou Antonio Neto.

O deputado estadual Francisco Lima esteve presente no lançamento e destacou a relevância da publicação. “A Carta Cepro é um importante instrumento de divulgação de pesquisa e de estudo para o Piauí, então, já é uma expectativa que os pesquisadores têm. Essa retomada demarca a nova fase da Cepro, nesse processo de integração mais orgânico com a Seplan. Isso vai ajudar a comunidade técnico-cientifica de pesquisadores do Piauí a ter esse instrumento de divulgação e analisar as informações que estão ali feitas com base nos estudos e pesquisas”, declarou o parlamentar.

A pesquisadora e professora da Universidade Estadual do Piauí, Elizabeth Baptista, teve seus artigos publicados nesta edição da Carta Cepro. “A Carta Cepro sempre trouxe estudos e eu, como professora de Geografia, precisava ter esses elementos que subsidiassem na minha sala de aula, o meu estudo e a minha discussão com os alunos sobre os problemas e questões sociais, ambientais e econômicos do Piauí, então ela sempre foi uma ferramenta que proporcionou esses conhecimentos”, destacou.

A Revista Carta Cepro apresenta artigos técnico-científicos produzidos por estudiosos, especialistas e pesquisadores das diferentes áreas de conhecimento das instituições de pesquisa e academias. Os artigos publicados são avaliados e selecionados por um Conselho Editorial e um Conselho Científico, de acordo com a relevância do tema para o Estado, sua validade social, a originalidade do tema e a contribuição para a área temática.

Digitalização da Biblioteca
Durante o evento, também foi anunciado o projeto de digitalização da Biblioteca Pádua Ramos. “A biblioteca da Cepro tem um acervo muito importante. Tem todos os planos de governo, desde a década de 1960, do início do planejamento do Estado. Muitas pesquisas importantes que precisam ser disponibilizadas on-line. Para isso, faremos a digitalização desse acervo que será colocado a disposição da população na internet”, reforça o secretário do Planejamento, Antonio Neto.

Autoria: Fábia Adriana Vieira

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: