João de Deus retira R$ 35 milhões de contas e é considerado foragido

Assim que foi constatado a retirada do montante, a polícia o Ministério Público aceleraram o processo para solicitar a prisão preventiva do líder religioso


João de Deus

João de Deus Foto: IstoÉ

No dia 12 de dezembro, cinco dias depois de as primeiras denúncias de abuso sexual contra João de Deus serem reveladas por dezenas de mulheres no "Conversa com Bial", foram retirados aproximadamente R$ 35 milhões de contas bancárias em nome do médium. As informações foram descobertas por investigadores da Polícia Civil e do Ministério Público de Goiás.

De acordo com O Globo, assim que foi constatado o saque do montante, a corporação e o órgão aceleraram o processo para solicitar a prisão preventiva do líder religioso. Ainda conforme a reportagem, o valor foi retirado de aplicações de João de Deus em bancos. Para o MP, o médium é considerado foragido. Já a Polícia Civil acredita que ele vai se render, só falta saber horário e local da rendição.

Fonte: Noticias ao Minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: