NATAL

Filho de Marília Mendonça ganha carrinho com sistema de som de Natal

Na última quinta-feira, 16 de dezembro, Léo completou 2 anos. E já nos primeiros minutos do dia, o pequeno ganhou uma homenagem do pai nas redes sociais


Léo, filho de Marília Mendonça, ganhou um carrinho elétrico com sistema de som. O presente de Natal foi dado pelo cantor Murilo Huff, pai da criança, que mostrou o mimo nas redes sociais. “Buzina aí”, incentivou Murilo. “Léo estreando o som do carro novo”, brincou ele na legenda. O carrinho elétrico possui até uma placa com o nome da criança na traseira.

Na última quinta-feira, 16 de dezembro, Léo completou 2 anos. E já nos primeiros minutos do dia, o pequeno ganhou uma homenagem do pai nas redes sociais. Com fotos e vídeos, Murilo exaltou seu amor pelo filho. “Pouco antes de você vir ao mundo um amigo me falou: ‘Quando o Léo nascer, a sensação que você vai ter será a mesma de tirar seu próprio coração do peito e segurar no colo’. Em palavras é exatamente o que eu sinto. Meu coração hoje corre pra lá e pra cá, não para um segundo e tem o sorriso mais lindo do mundo”, disse o cantor e compositor.

“Hoje não é só você que faz dois anos de idade, mas eu também! Fazem dois anos que eu me sinto vivo de verdade por ter você do meu lado meu filho, e mesmo sem você entender, hoje te agradeço por isso, e agradeço a Deus pela sua vida e sua saúde. Eu prometo que vou cuidar de você hoje e sempre”, completou. O ex-namorado de Marília Mendonça ainda postou alguns cliques com o filho nos stories e se declarou ao menino com frases como “meu parceiro de vida”, “hoje o dia é todo do meu gordinho” e “eu te amo muito, meu filhão”.

O ACIDENTE

Marília Mendonça e mais quatro pessoas foram vítimas fatais da queda de um avião bimotor, no último dia 05 de novembro. O avião teria colidido com um cabo de energia antes de cair na Zona Rural de Caratinga, em Minas Gerais. Segundo o empresário Aníbal Martins Julião Júnior, dono do terreno onde o avião se precipitou, logo após o choque, o bimotor perdeu o controle.

Um pedaço de cabo foi encontrado enrolado à hélice de um dos dois motores do avião pela Polícia Civil de Caratinga (MG). O material foi recolhido para perícia. Os destroços e os motores também serão submetidos a análises por técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). 

A filha do piloto de avião Geraldo Martins de Medeiros Júnior, Vitória Medeiros, pretende processar a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) pelo acidente que levou à queda do bimotor em que estava a cantora Marília Mendonça. No acidente aéreo, todos que estavam a bordo, entre eles Geraldo Martins, morreram.  

Os advogados de Vitória Medeiros pretendem argumentar que faltava a devida sinalização nas torres de energia na região do aeroporto em que a aeronave que levava a cantora deveria ter pousado. A Cemig chegou a informar que o avião colidiu com um cabo de energia momentos antes de cair nas proximidades de um riacho. Moradores da região que dizem ter testemunhado o acidente também relataram ter visto a colisão.

De acordo com o advogado, a filha do piloto busca defender a honra do pai, que tinha 30 anos de profissão.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Fonte: O Fuxico

Próxima notícia

Dê sua opinião: