;

Governo aposta na Educação para elevar IDH do Piauí

A meta é aumentar o grau de escolaridade dos piauienses, elevar a renda per capita e a expectativa de vida.


Foto

Foto Foto: Ascom

O grande desafio do Governador Wellington Dias na gestão 2019-2022 é alcançar um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) alto, superior a 7. Para isso, segundo ele, é importante aumentar o grau de escolaridade dos piauienses, elevar a renda per capita e a expectativa de vida. Com essa perspectiva, o governador esteve reunido nesta quarta-feira (20), no Palácio de Karnak, com os secretário de Educação, Governo, Planejamento, Justiça, Assistencia Social, Juventude, Desenvolvimento Rural, Direitos Humanos e Universisade Estadual do Piauí para falar sobre o Mapa IDH Educação e discutir o que deve ser feito na Educação para melhorar os índices. 

"A educação tem um peso forte para melhorar o desenvolvimento do estados. Precisamos focar na ampliação da escolaridade, melhorar a proficiência, diminuir ainda mais os índices de evasão e abandono. Precisamos investir na educação profissional, isso reflete diretamente na melhoria da renda das pessoas. Para isso, contamos com o Certific. Vamos ter que melhorar o acesso dos alunos da Educação de Jovens e Adultos. A nossa meta é fazer com que o aluno complete o ciclo da Educação. Só assim conseguiremos atingir índice que queremos", destacou o governador.

O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, apresentou dados da Educação do Piauí e que destacou que algumas melhorias tiveram peso forte na melhoria do desempenho do Estado. "O Piauí é o terceiro estado quando falamos em avanço do IDEB. Nosso Estado saiu da última, em 2009, da última posição, para 17ª posição, em 2018. Crescemos no número de matrículas da Educação de Jovens e Adultos, mas precisamos de investimentos para melhorar o acesso de alunos que abandonam a escola", explicou.

O secretário ressaltou que a Seduc vem executando um plano de metas voltado para melhorar aprendizado. "Já desenvolvemos programas que refletem diretamente no nosso Ideb, programas voltadas para corrigir o fluxo, corrigir a aprendizagem dos alunos nas disciplinas de português e matemática. Agora vamos colocar também o IDH como meta. Recebemos do governador uma tarefa de casa que é identificar os municípios que estão com problema e unir forças para que eles avancem nesse processo. Na Seduc vamos analisar os índices de todos os municípios e vamos focar na solução para cada secretaria municipal na perspectiva que a aprendizagem dos alunos possa melhorar e consequentemente o IDH do estado aumente", finalizou.

Fonte: Governo do Piauí

Próxima notícia

Dê sua opinião: