COVID-19

Vacina atrasada afasta investidor estrangeiro do Brasil, dizem economistas

O governo federal promete iniciar a vacinação agora em janeiro.


Vacinação

Vacinação Foto: Foto: Reprodução

Quanto mais o governo Bolsonaro demorar para imunizar a maior parte da população brasileira contra a covid-19, mais vai demorar para a economia brasileira retomar o crescimento de forma segura. Por isso, iniciar e avançar na vacinação contra o novo coronavírus é fundamental para as empresas retomarem as vendas e para o emprego voltar a crescer. É o que dizem economistas.

>> Ministério Público decide avaliar os impactos do fechamento de fábricas da Ford no Brasil

>> Motorista britânico teve sanduíche confiscado em fronteira da Holanda

O governo federal promete iniciar a vacinação agora em janeiro. Mas analistas têm dúvidas se órgãos federais, estaduais e municiais estão mesmo prontos, em termos de planejamento, equipamentos e profissionais. E, mesmo que a imunização por aqui de fato comece neste mês, o Brasil está atrás de dezenas de países que já vacinaram dezenas de milhões de pessoas. E essa diferença, dizem economistas, pode levar investidores a optarem por colocar dinheiro em outros lugares onde o cenário de isolamento social esteja de fato mais perto do fim.

As projeções de crescimento econômico para 2021 e 2022 já mostravam que o Brasil estava em desvantagem no mapa global antes mesmo de outros países começarem a vacinação, conforme estimativas para o PIB (Produto Interno Bruto) feitas pelo FMI (Fundo Monetário Internacional).

Fonte: UOL

Próxima notícia

Dê sua opinião: