INUSITADO

Motorista britânico teve sanduíche confiscado em fronteira da Holanda

Brexit modificou a fiscalização entre território britânico e o continente europeu.


Brexit

Brexit Foto: DR

Um sanduíche de presunto transportado por um motorista britânico ganhou atenção do público no Reino Unido e na União Europeia, depois de ter sido confiscado pelas autoridades alfandegárias na Holanda.

Foi um exemplo concreto das regras que, desde a última hora de 2020 - quando se encerrou o chamado "período de transição" e entrou plenamente em efeito o Brexit, saída do Reino Unido da UE -, estão modificando o relacionamento e os deslocamentos entre o território britânico e o continente europeu.

Esse e outros alimentos confiscados de veículos de origem britânica foram mostrados por uma emissora de TV holandesa, enquanto funcionários aduaneiros explicavam que, por conta do Brexit, não é mais permitido trazer alguns tipos de comida livremente do Reino Unido para território da União Europeia. Segundo as regras de importação que vigoram no bloco europeu, viajantes de fora da UE não podem entrar no território com laticínios e carnes, por exemplo. Há restrições também para vegetais e frutas.

Em uma das imagens da TV holandesa, um funcionário é visto questionando um motorista britânico a respeito do conteúdo de seus sanduíches caseiros, todos embrulhados em papel alumínio. Ao ouvir que eles tinham carne dentro, teve de retê-los.

Surpreso, o motorista perguntou se poderia pelo menos ficar com o pão dos lanches. A resposta foi: "Não, tudo será confiscado. Bem-vindo ao Brexit, senhor. Sinto muito."

>> Governo decide antecipar 13º de aposentados do INSS e abono salarial

>>Equatorial lança campanha que devolve parte do valor de débitos quitados aos clientes



O confisco é um exemplo do tipo de consequência padrão do Brexit.

O Reino Unido concluiu formalmente sua separação da UE em 31 de dezembro de 2020. A partir das 23h GMT daquele dia, o Reino Unido parou de seguir as regras do bloco europeu, e novas regras (aprovadas em lei em dezembro) passaram a vigorar em termos de viagens, trocas comerciais, imigração, segurança e cooperação mútua.

Na prática, o Reino Unido deixa de fazer parte do mercado comum do bloco europeu, seus cidadãos não podem mais circular livremente na UE (e vice-versa) e passam a vigorar novas medidas para regular a entrada e saída de bens - inclusive os sanduíches para consumo individual.

O governo britânico também havia emitido alerta a motoristas em viagem à UE, pedindo que prestassem atenção "a restrições adicionais relacionadas a importações pessoais".
"Você não pode levar POAO (sigla para produtos de origem animal) como os que contêm carne ou laticínios (por exemplo, sanduíches de presunto e queijo) para dentro da UE", diz o alerta. "Há exceções para algumas quantidades de leite em pó infantil, alimentos especiais ou alimentos especiais para animais de estimação."
A agência alfandegária holandesa também divulgou no Twitter foto de lanches confiscados de motoristas britânicos.

"Desde 1° de janeiro, você não pode mais trazer comida do Reino Unido", diz a agência. "Então se prepare se for viajar à Holanda e avise quem você puder, para prevenir o desperdício de comida e agilizar os processos de controle.

Fonte: BBC

Próxima notícia

Dê sua opinião: