RECURSOS

Governo do Estado libera R$ 2,5 milhões para mais 12 projetos do Progere

Projeto de Geração de Emprego e Renda (Progere II) irá ser implantado mais 12 municípios do estado.


Investimento

Investimento Foto: CCOM

A Secretaria da Agricultura Familiar (SAF), por meio do Projeto de Geração de Emprego e Renda (Progere II), irá implantar mais 12 Projetos de Investimentos Produtivos (PIP), em três territórios do estado do Piauí.

No último sábado (31), o superintendente de Desenvolvimento Rural, Francisco das Chagas Ribeiro, o consultor do Banco Mundial, Emannuel Baylle, a diretora do Progere II, Janaína Mendes, o consultor de Cadeias Produtivas do Território Entre Rios, Leonardo Victtor Sabino da Silva e a engenheira agrônoma da Emplanta, Adriana Melo fizeram uma visita de campo aos municípios de Palmeirais e Demerval Lobão, duas das cidades onde o projeto será desenvolvido nesta etapa. Os projetos serão implantados ainda em José de Freitas, Miguel Alves, Pau D’arco, Altos, Capitão de Campos, Barras, Milton Brandão, Piracuruca, Lagoa do São Francisco e Piripiri.

O presidente da associação do assentamento Ernesto Che Guevara, Josiel da Silva Santos, afirma que o projeto vai ajudar na melhoria da qualidade de vida das famílias. “É um projeto importante. Serão 17 famílias beneficiadas e, com certeza, o Progere ajudar a desenvolver a economia do assentamento”, concluiu.  

Francisco Lopes Damaceno, produtor do Povoado Espraiado e um dos beneficiários, avaliou que, com a vinda do projeto, haverá um aumento de produção das famílias, com a possibilidade de comprar mais galinhas e ampliar a produção, o que poderá gerar um aumento na renda.  

A diretora do Progere II, Janaína Mendes, destaca que os novos projetos irão beneficiar um grande número de famílias e que as comunidades estão ansiosas para dar início às atividades. “Os projetos irão beneficiar um total de 255 famílias nos três territórios. O investimento total será de torno de dois milhões, quatrocentos e cinquenta e cinco mil e seiscentos reais", informou.

Durante as visitas realizadas em Palmeirais e Demerval Lobão, o consultor do Banco Mundial, Emannuel Bayle, constatou que a seleção dos beneficiários está dentro dos critérios definidos no acordo entre o Banco Mundial e o estado. “As atividades produtivas selecionadas para serem apoiadas pelo Planos de Investimentos. São atividades relevantes, pois iram causar um impacto na alimentação e gerar novas fontes de renda para as famílias que serão beneficiadas. O Banco Mundial agradece o apoio do estado para a realização dos projetos”, declarou.

Segundo o superintendente de Desenvolvimento Rural, Francisco das Chagas Ribeiro, os assentamentos Ernesto Che Guevara e Espraiado, irão receber a atuação do Progere II com a produção voltada para a criação de ovinos e de frutíferas, criação de galinhas e quintais produtivos. 

A assinatura dos novos Termos de Colaboração dos Planos de Investimento Produtivo com as associações será realizada nesta terça-feira, 3 de setembro, no auditório da Secretaria da Agricultura Familiar.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: