TRADIÇÃO

Baile dos Diários resgata história e tradição das orquestras

Noite retoma os anos dourados dos bailes com apresentação de bandas, orquestra e Balé da Cidade


Orquestra Tamoio

Orquestra Tamoio Foto: Divulgação

Dia 4 de setembro, os tempos áureos das tertúlias voltam a brilhar no salão do Clube dos Diários. O Baile dos Diários, projeto da Orquestra Tamoio que está em sua 10ª edição, acontece a partir das 21h30, com apresentação de artistas, bandas e espetáculo de dança do Balé da Cidade. A entrada é 1kg de alimento não perecível, 1 kg de ração animal ou 1 brinquedo – a arrecadação será distribuída para instituições carentes. 

Clube dos Diários anos 50

O projeto acontece na data em que o Theatro 4 de Setembro – prédio icônico que integra o Complexo Cultural da Praça Pedro II, no centro de Teresina – completa 125 anos. A ideia é reviver os bailes que por décadas aconteceram naquele que foi o principal ponto de encontro da classe artística, política e intelectual da cidade.

"Este evento tem um valor especial porque envolve a memória do Clube dos Diários, que foi por muito tempo o único salão em Teresina onde se podia ouvir música ao vivo e dançar", diz Sérgio Matos, diretor artístico do projeto. "A questão é que não era um espaço democrático: era impedida a entrada de negros, pobres, mulheres divorciadas e gays", explica. "Propomos agora um espaço aberto para todos, acessível, seguro e climatizado".

O baile, que resgata a tradição agora de forma repaginada, vai homenagear as orquestras e bandas que brilharam por ali e fazem parte da memória do salão. Além da Orquestra Tamoio, ao som de tangos, boleros, sambas e forró, O Baile dos Diários terá a participação da banda Tremenbones, apresentação do Balé da Cidade e um aulão de dança com o professor Sansão. A cerimônia será comandada pela musa do baile, Chandelly Kidman.

"O Clube dos Diários teve uma fase dourada de bailes por mais de 50 anos", lembra Weyla Carvalho, bailarina e propositora do projeto. "Teremos segurança dentro e fora do baile e também no estacionamento, para amenizar o receio do público de ir para o centro à noite", informa. "Nossa intenção é restabelecer esses bailes regulares e transformar o evento em uma tradição em Teresina".

O Baile dos Diários é viabilizado pelo Sistema Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e conta com o patrocínio do Armazém Paraíba.

Orquestra Tamoio

A Orquestra Tamoio é uma orquestra de baile tradicional, fundada em 2010 em Teresina. O nome, Tamoio, é referência ao termo que os índios usavam para se referir aos mais velhos – funciona como metáfora para o repertório, composto de clássicos da música popular em ritmos brasileiros e latinos.

A Orquestra é dirigida pelo músico Sérgio Matos e conta com 11 integrantes. São eles:

Sérgio Matos - violino e direção artística

Jurandir Vieira - voz

Sarah Rejane - voz

Ivan Silva - acordeom

Marcell Régis - violão e cavaquinho

George Paiva- guitarra

Josué Costa - violão

Wilker Marques - saxofone

Roberto Barros - contrabaixo

Bruno Moreno - percussão

Fagner Silva- percussão

Gilson Fernandes – bateria

Serviço
Baile dos Diários
Dia 04 de setembro – 21h30
Clube dos Diários 

Fonte: Luana Sena

Próxima notícia

Dê sua opinião: