PANDEMIA

Teresina pode ter novo feriado prolongado esta semana para forçar isolamento social

Antecipação é estratégia para ampliar os índices de isolamento social e evitar uma propagação do coronavírus


Teresina

Teresina Foto: Ascom

A Câmara municipal de Teresina deve votar nesta quarta-feira (20) projeto de lei que antecipa o feriado do dia 8 de dezembro para esta sexta-feira, 22 de maio. O objetivo é reforçar o isolamento e distanciamento social, fazendo com que sem a necessidade de trabalhar, os teresinenses permaneçam em casa e diminuam a transmissibilidade do novo coronavírus.

Se aprovado, este será o segundo feriado antecipado através de pedido encaminhado pelo prefeito Firmino Filho que anteriormente antecipou o feriado do aniversário de Teresina, comemorado em agosto, para o mês de abril. A estratégia também foi adotada pelo governador Wellington Dias que antecipou o feriado do Dia do Piauí, celebrado em outubro, para a última sexta-feira (15).

Na segunda-feira, o governador comemorou o índice de 55,4% do isolamento social alcançado com a medida. O Piauí ficou entre os seis primeiros estados do país no ranking que mede o distanciamento social no Brasil.

O percentual ideal de isolamento social é de 75%, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ficando os 25% apenas para os profissionais de saúde que precisam se locomover de casa para seus postos de trabalho.

O prefeito lembrou ainda que, nas últimas semanas, o contágio de pessoas por Covid-19, em nossa Capital, atingiu um nível exponencial, fazendo com que houvesse um aumento considerável no número de casos de pessoas infectadas. Hoje, segundo dados do último boletim epidemiológico, a capital contabiliza 1327 casos da doença com 40 óbitos. “Esses números vem crescendo, razão pela qual revela-se de suma importância a adoção de medidas que visem aumentar a taxa de isolamento social, uma vez que esse aumento no número de casos está acompanhado de uma redução na taxa de isolamento”, observou.

Próxima notícia

Dê sua opinião: