PANDEMIA

Firmino compartilha imagem do Centro de Teresina lotado e diz que não tem o que comemorar

Teresina foi a capital com maior índice de isolamento social no fim de semana


Proximidades da Rua Simplício Mendes, Centro de Teresina

Proximidades da Rua Simplício Mendes, Centro de Teresina Foto: Reprodução

O prefeito Firmino Filho voltou a manifestar preocupação com a retomada gradual das atividades econômicas em Teresina na tarde desta segunda-feira (06). Em suas redes sociais ele compartilhou uma imagem de hoje que mostra uma rua do Centro totalmente lotada com pedestres e veículos como carros, motos e bicicletas.

No final de semana, com as medidas restritivas mais duras, Teresina foi a capital do Brasil com maior índice de isolamento social para o combate à transmissibilidade ao novo coronavírus. Entretanto, após ver a imagem divulgada, Firmino lamentou e disse que não há o que se comemorar.

"Ontem Teresina registrou o maior isolamento entre as capitais do país. Mas ao ver esse registro do centro hoje pela manhã, feito pela fotógrafa @robertaalinne , penso que realmente não temos o que comemorar. Fico me perguntando quantas dessas pessoas realmente precisavam estar aí. Lamento muito que a população ainda não entendeu que o comportamento do vírus depende do nosso. Não tem fiscalização que dê conta se a maioria não contribuir.Enquanto isso acontecer, continuaremos computando perdas. Tanto de vidas, como econômicas", postou.

Teresina registra o total de 437 mortes e 9.742 casos confirmados da Covid-19.


Próxima notícia

Dê sua opinião: