CORRUPÇÃO

Ex-senador Romero Jucá é alvo da Polícia Federal em operação deflagrada em Roraima

Esquema investigado pode ter movimentado mais de R$ 15 milhões por meio de convênios celebrados pelo governo federal junto a vários municípios de Roraima


Senador Romero Jucá (PMDB-RR)

Senador Romero Jucá (PMDB-RR) Foto: @DR

247 - A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (23) uma operação para apurar suspeitas de corrupção e fraudes em um esquema que pode ter movimentado mais de R$ 15 milhões por meio de convênios - que somam mais de R$ 500 milhões - celebrados pelo governo federal junto a vários municípios de Roraima. O ex-senador Romero Jucá (MDB-RR) é um dos alvos da ação.

De acordo com a GloboNews, estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão nos estados de Roraima e São Paulo, além do Distrito Federal, expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal da Justiça Federal em Roraima.

Ainda segundo a reportagem, as investigações giram em torno de convênios feitos pela Calha Norte, que tem por objetivo fomentar o desenvolvimento da região Norte. O inquérito foi aberto após o Tribunal de Contas da União (TCU) identificar possíveis irregularidades nos convênios celebrados entre os anos de 2012 e 2017. 

A PF suspeita do envolvimento de ao menos três empresas de engenharia que pagariam propinas em contratos que seriam distribuídas ao ex-senador Romero Jucá e a outros servidores públicos. Ainda segundo a reportagem, a PF chegou a solicitar uma prisão, mas o pedido foi negado pela Justiça.

Os envolvidos no esquema podem responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. 

Técnicos recomendam rejeição das contas de Moro e ex-juiz pode não ser diplomado senador

Família de ministro golpista ganhou licença de Bolsonaro para explorar diamantes no Piauí

General Santos Cruz diz que Lula não deve temer militares e rechaça ameaça de golpe

Fonte: Brasil 247

Próxima notícia

Dê sua opinião: