VIAGEM

Bons motivos para conhecer a Chapada dos Veadeiros

De uma paisagem inigualável à natureza estonteante, conheça um dos destinos mais famosos do Brasil


Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros Foto: Divulgação

Localizada em meio ao cerrado, a Chapada dos Veadeiros fica em Goiás, a 229 km da capital do país, Brasília. Repleta de trilhas, cachoeiras e cânions, a região costuma ser cobiçada por turistas aventureiros que não abrem mão do contato com a natureza e de mergulhos em águas cristalinas.

Devido à pandemia da Covid-19, o local acabou recebendo menos visitantes, mas na espera da vacinação, não há nada melhor do que planejar as próximas viagens. Confira alguns dos principais motivos para ir até a região:

1. Conhecer cachoeiras deslumbrantes

Cachoeira do Segredo, Cachoeira das Cariocas, Cachoeira Santa Maria e Cachoeira Poço Encantado são apenas algumas entre as diversas quedas d’água encontradas na Chapada dos Veadeiros. Desde as mais simples de chegar até as que exigem longas caminhadas em trilhas, as cachoeiras são paradas obrigatórias ao visitar o local.

2. Se aventurar pelos cânions

Conhecida como Trilha dos Cânions, ela faz parte do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e proporciona uma vista de tirar o fôlego dos turistas que se aventuram em seu caminho. Com cerca de 10 km, contando ida e volta, não é necessário o auxílio de guias para conhecer os famosos paredões de pedra da região.

3. Visitar paisagens incomparáveis

Através do Mirante da Janela, ponto turístico local, é possível conferir uma paisagem estonteante que guarda o Salto de 120 metros, uma das maiores cachoeiras da região, como cenário principal. E, para chegar até lá, é necessário passar por uma trilha de 8 km, considerada de nível médio de dificuldade.

4. Passear pelo Vale da Lua

Um dos locais mais visitados na Chapada dos Veadeiros, o Vale da Lua não possui esse nome em vão, uma vez que suas rochas acinzentadas se assemelham muito a cor que conhecemos da Lua. Além disso, uma grande dica é visitar o vale na época da seca, de maio a setembro, para aproveitar suas piscinas naturais sem pressa.

Vale ressaltar ainda que, ao planejar uma viagem para a região, é importante estar atento aos riscos que cada passeio pode oferecer. Por isso, mesmo em passeios que não é obrigatório o acompanhamento por guias turísticos, sua presença pode ser válida.

Próxima notícia

Dê sua opinião: