Lives do conhecimento
LIVE

Violência contra a mulher aumenta 40% em 2020

Centro Universitário Maurício de Nassau de Teresina promove debate com delegadas Vilma e Anamelka sobre a dimensão dos casos de feminicídio durante a pandemia da Covid-19


Live

Live Foto: Divulgação

No mês de março de 2020, a pandemia do novo coronavírus foi anunciada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), desencadeando um impacto significativo na vida de bilhões de pessoas. Como medida de prevenção, o isolamento social foi amplamente adotado, levando famílias ao confinamento familiar. Infelizmente, muitas mulheres ficaram obrigadas a dividir o mesmo espaço com seus agressores. Desta forma, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pontuou que a quantidade de denúncias de violência contra a mulher recebidas no Disque 180 (Central de Atendimento à Mulher) cresceu quase 40% em comparação ao mês de abril de 2019 e 2020.

Em alusão ao Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher (25/11), o Núcleo de Práticas Jurídicas do Centro Universitário Maurício de Nassau de Teresina realiza o Se Liga na Live, um bate-papo com a presença das delegadas Maria Vilma e Anamelka Cadena, especialistas em casos de crime contra à mulher, para discutir a dimensão do feminicídio e denunciar o aumento do número de casos de mortes de mulheres por razões de gênero. O encontro acontece nesta quarta-feira (25), a partir das 19h, pelo Youtube.

O Centro Universitário Maurício de Nassau de Teresina também disponibiliza o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) como local de acolhimento a população, contribuindo, ainda, com a rede de apoio às mulheres vítimas de violência, mesmo durante a pandemia. O funcionamento acontece às segundas-feiras, com agendamento prévio pelo contato (86) 99405-0781.

SERVIÇO

Live sobre violência contra a mulher

Data: 25/11/2020

Local: Youtube (link mediante acesso pelo número (86) 99500-3262)

Hora: a partir das 19h

Fonte: Ascom

Próxima notícia

Dê sua opinião: