Lives do conhecimento
EVENTO

Pesquisa agropecuária pública será discutida por especialistas de Direitos Humanos

Frei Betto, Paulo Petersen, Kátia Penha, Kleber Keripuna e Gilmar Mauro são os convidados da Conferência Virtual Nacional do SINPAF


Evento

Evento Foto: Divulgação

Frei Betto, Paulo Petersen, Kátia Penha, Kleber Keripuna e Gilmar Mauro são os convidados da Conferência Virtual Nacional do SINPAF, na próxima quinta-feira (10/12) às 10h e às 15h, com transmissão ao vivo pelo Youtube e Facebook.

Após as conferências realizadas para cinco regiões brasileiras (Norte, Sudeste, Centro-Oeste, Sul e Nordeste), o SINPAF promoverá a Conferência Virtual Nacional na próxima quinta-feira (10/11), a partir das 10h, com transmissão ao vivo pelo Facebook.com.br/SINPAFDiretoriaNacional e youtube.com/TVSinpaf.
Nos eventos anteriores, especialistas e pesquisadores discutiram como a pesquisa agropecuária realizada por uma Embrapa Pública, Democrática e Inclusiva pode ampliar sua contribuição para a produção de alimentos saudáveis e para a Soberania e Segurança Alimentar.

A Conferência Nacional buscará consolidar esse debate envolvendo diretamente representantes de comunidades tradicionais que demandam a pesquisa agropecuária pública, focando na importância e no papel que essa empresa precisa desempenhar em favor de quilombolas, indígenas, ribeirinhos, agricultores assentados e familiares, cujas ações se orientam por atividades e práticas sustentáveis.

PROGRAMAÇÃO
A programação será dividida em duas mesas de debates, às 10h e às 15h. A mesa da manhã, com o tema Ciência e Tecnologia como estratégia de desenvolvimento: democracia, equidade, soberania e distribuição de renda, terá a participação de Frei Betto, escritor reconhecido internacionalmente, militante dos Direitos Humanos e Assessor da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO-ONU); e de Paulo Petersen, Coordenador Executivo da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia e membro do Núcleo Executivo da Articulação Nacional em Agroecologia. A mediação ficará a cargo do diretor de Ciência e Tecnologia do SINPAF, o pesquisador Mário Urchei.  

Na mesa da tarde, cujo tema será Pesquisa agropecuária pública: demandas das comunidades tradicionais e agricultoras(es) familiares, o debate contará com a presença de Kátia Penha, representante do Quilombo Divino Espírito Santo (ES), Gestora Ambiental e membro da Coordenação Nacional da CONAQ; de Kleber Karipuna, liderança indígena de base da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia (COIAB/APIB); e de Gilmar Mauro, dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A mediação ficará por conta da representante das(os) trabalhadoras(es) no Conselho Administrativo da Embrapa, Selma Beltrão.

CAMPANHA
As Conferências fazem parte da campanha nacional, desenvolvida pela Direção Nacional do SINPAF, por uma Embrapa Pública, Democrática e Inclusiva e que contribua para a construção de um país mais justo, mais igualitário, mais democrático e com Soberania Alimentar.  E a Conferência Virtual Nacional do SINPAF acontece a partir da acumulação das Conferências Regionais, processo que pretende elaborar documento propositivo para a Embrapa de acordo com o que os diversos segmentos atores da sociedade organizada que demandam a pesquisa agropecuária pública.

A campanha foi deflagrada no contexto de sucessivos cortes orçamentários e do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2021, enviado pelo Governo Federal ao Congresso Nacional em agosto, que propôs mais cortes nos recursos das universidades e do sistema de C&T, com redução de 16,5% e 10,27%, respectivamente. Essas sucessivas reduções orçamentárias têm sufocado e inviabilizado a continuidade dos trabalhos das empresas e instituições públicas de pesquisa do país, incluindo a pesquisa agropecuária feita pela Embrapa.  

SERVIÇO:
O quê: Conferência Virtual Nacional do SINPAF
Quando: Quinta-feira (10/12), às 10h e às 15h.
Onde: transmissão ao vivo pelo Facebook.com.br/SINPAFDiretoriaNacional e youtube.com/TVSinpaf.
Mais informações: (61) 9 9873-6255 (WhatsApp)
www.sinpaf.org.br

Fonte: Ascom

Próxima notícia

Dê sua opinião: