O que se deve verificar antes de alugar um imóvel?


O que se deve verificar antes de alugar um imóvel?

O que se deve verificar antes de alugar um imóvel? Foto: Imagem: Freepik.com

Vistoriar detalhadamente um imóvel que está em negociação é uma das etapas mais importantes do processo de locação. Esse é o momento em que tudo o que envolve a parte física da residência será avaliado.

A vistoria, assim, possibilita que todas as partes envolvidas — inquilino e locatário — estejam cientes da situação real da propriedade, formalizando todos os pontos por meio do contrato de aluguel.

Condições de portas e janelas, pinturas, revestimentos, piso, paredes, instalações elétricas e hidráulicas são alguns exemplos de aspectos que são avaliados. 

Caso sejam detectados problemas no encanamento de pias ou vaso sanitário nessa etapa, os serviços de uma desentupidora devem ser contratados pelo proprietário antes que o inquilino possa se mudar. Isso evita situações estressantes logo nas primeiras semanas de mudança.

O problema, contudo, pode ocorrer logo nos primeiros meses de locação. Nesse caso, se o inquilino precisar de uma desentupidora de vaso sanitário, é possível negociar o desconto do valor do serviço no aluguel. 

O que a Lei diz 

A Lei do Inquilinato dispõe sobre os procedimentos pertinentes à locação dos imóveis urbanos, com regras e normas regulamentadoras dessa área do mercado imobiliário. Por meio dela, é possível entender direitos e deveres de proprietário e inquilino no processo de locação.

São obrigações do proprietário entregar a casa ou apartamento a ser alugado em estado que possa servir ao uso a que se destina e “fornecer ao inquilino, caso solicitado, a descrição minuciosa do estado do imóvel quando for entregue, com expressa referência aos eventuais defeitos existentes”.

Por outro lado, o inquilino deve utilizar o local para o fim combinado e compatível com a sua natureza, cuidar como se fosse seu e devolvê-lo, no fim do período de locação, no mesmo estado em que o recebeu.

Segundo a legislação, apesar de não ser obrigatória a vistoria é importante, pois se trata de uma ferramenta jurídica que resguarda as partes envolvidas no contrato de locação, ajudando a evitar futuras discordâncias.

O que observar ao alugar um imóvel

A vistoria funciona como um documento de fiscalização que especifica o estado de manutenção e conservação da casa ou apartamento quando ele é alugado. O laudo tem o objetivo de garantir que o inquilino receba o imóvel em condições plenas de uso e assegurar ao proprietário que o imóvel seja entregue nas mesmas condições quando o contrato de locação for encerrado.

De modo geral, quem faz a vistoria são as imobiliárias, por meio do corretor de imóveis. A presença do inquilino e do proprietário durante a realização da inspeção, por sua vez, é recomendada para que ambos possam analisar detalhadamente todas as condições do local. 

Portas e janelas

É importante verificar se as janelas e portas estão danificadas, com desgaste nas pinturas ou arranhões. Além disso, vale certificar-se de que, quando fechadas, essas estruturas estejam realmente fechando bem. 

Instalações elétricas e hidráulicas

Para testar a parte elétrica da casa ou do apartamento no dia da visita de vistoria, a dica é levar alguns dispositivos, como um carregador de celular e uma lâmpada. Dessa forma, é possível testar todos os spots de luz e tomadas do local. Campainha e interfone, se houver, também devem ter suas funcionalidades verificadas. 

Outro aspecto necessário para verificação é a parte hidráulica do imóvel, como chuveiro, torneiras, descargas e registro, além de conferir se não há vazamentos de água no apartamento. 

Paredes, teto e pisos

Durante a vistoria do imóvel, devem ser observados também paredes, teto e pisos para verificar a existência de manchas, rachaduras ou mofo. Esses aspectos são indícios de problemas futuros, já que o mofo aparece por conta do excesso de umidade, e as rachaduras podem ser sinais de danos estruturais. 

Pintura, fechaduras e vidros 

Como o inquilino precisa devolver a casa ao proprietário nas mesmas condições em que a recebeu, devem constar todos os detalhes da pintura no laudo de vistoria — desde a cor, passando pelo tipo de tinta usado, até os locais onde a pintura foi aplicada.

É preciso conferir se fechaduras e trincos estão funcionando corretamente. Também precisam estar em bom estado de conservação os vidros do apartamento. Esses são elementos essenciais para a vistoria e a segurança do inquilino. 

Wagner santos

Wagner santos

Wagner santo é CEO da www.revistademarketing.com.br
Próxima notícia

Dê sua opinião: