Lunário Político

LUNÁRIO POLÍTICO

Agora é trabalho, trabalho e trabalho

Por Roberto John

Quinta - 09/02/2023 às 00:46



Foto: Twitter/Rafael Fonteles Posse dos secretários do Governo do Piauí
Posse dos secretários do Governo do Piauí

É comum os governos iniciarem suas gestões fixando slogan para se diferenciar do antecessor em especial se este último pertencia a outro campo político. Trata-se de uma expressão performativa e potente que o atual governador usa: “Agora, é trabalho, trabalho e trabalho”. Muito boa a escolha para alertar seus auxiliares que não devem negligenciar, etc. etc.  Contudo, uma observação deve ser feita. Usada como adverbio ela expressa: a partir deste momento, o que sugere ao ouvinte atento que antes não havia trabalho.  Será que a fala representa mesmo a expressão em termos de significado e significante ou se trata de descuido de marketing ou de retórica?

Transação gerencional

Tem um aspecto extremamente positivo na escolha dos secretários, superintendentes e de outros cargos no Governo do Estado do Piauí. Trata-se de um grupo de jovens, homens e mulheres, com idade média entre 30 e 50 anos, muitos sem experiência no serviço público, com poucas exceções, mas preparados para uma transição geracional de gestores. Observa-se nos atuais auxiliares do governador um viés extremamente técnico onde a racionalidade administrativa por resultados impera, o que é extremamente positivo para continuidade dos avanços obtidos a partir de 2003 até 2022 se aliarem a essa postura a mediação própria do fazer político.

Competência conforme os números

Vale assegurar que os gestores que assumiram funções desde 2003, em sua maioria doutores e mestres, de diversas áreas, trabalharam com competência para chegarmos até onde chegamos nos quatro mandatos de governo do PT e um do PBS até 2022. Os dados sócio econômicos do Piauí demonstram e atestam essa competência, apresentando exponencial crescimento nos índices de desenvolvimento como aumento do IDH, diminuição da taxa de mortalidade infantil, número de alunos matriculados em todos os níveis, entre outros dados.  Chegamos a crescer o PIB em média, acima do Nordeste e do Brasil em alguns anos. Basta ter acesso aos dados do IBGE, Amostra Domicílios do PNUD e etc.  Agora, a tarefa a chegarmos aos números das regiões mais desenvolvidas do país.  Competência em gestão não faltará...

Atenção ao movimento político

No entanto, a partir de agora, é necessário atitudes adequadas ao movimento da real política que navega ora em águas de calmaria, ora de tempestades. Será necessária fazer adaptação no fazer político sem concessões não republicanas e que, os padrões necessários para uma gestão eficiente e de resultados, estejam umbilicalmente lincados com os princípios da administração pública: legalidade, Impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

Participação da sociedade

As ações devem contemplar a todos os segmentos: dos produtores do agronegócio e a agricultura familiar, como por um exemplo. A participação da sociedade civil nos fóruns que deliberação reiterados e reanimados pelo Presidente Lula em as suas falas, tais como as Conferências Nacionais para propor objetivos, diretrizes e metas paras as políticas públicas em vigor no país devem ser reativados. Em cada Estado, as Conferências Estaduais; e, em cada município, as Conferências municipais.

Siga nas redes sociais
Roberto John

Roberto John

Roberto John Gonçalves da Silva é jornalista, assistente social, mestre em Ciência Sociais (PUC/SP) e doutor em Ciências Políticas (USP/SP) e professor da UFPI aposentado. Foi presidente do Sindicato dos Jornalistas do Piauí, membro fundador da CUT e do PT, partido pelo qual foi deputado federal.

Compartilhe essa notícia: