Filosofia de Vida
VIRADA

Cuidado com o excesso de expectativas na mudança do relógio

Doutor em neurociências e em psicologia, Fabiano de Abreu dá 5 dicas de como saber lidar com as expectativas


Tempo

Tempo Foto: Divulgação

A mudança do ano sempre surge como um ponto de virada, como um novo ciclo que encerra outro ao bater das doze badaladas. Há desejos internos que se renovam e cada ano surge como uma nova oportunidade. Contudo, nem sempre encaramos realisticamente este acontecimento e é exatamente sobre isso que nos fala o neurocientista e psicanalista Fabiano de Abreu.

"Muitos estão receosos e esperançosos com o novo ano. Muitas expectativas otimistas e pessimistas. Mas não podemos esquecer que meia noite é apenas a mudança de um relógio e de um numeral, a data do dia, do mês e do ano. Uma mudança de um numeral não muda acontecimentos.", relata.

Segundo Abreu, o processo de mudança deve ser contínuo: "A procura da mudança deve ser diária e não irrealista, baseada numa data específica que, inundada de emoções, acaba por deturpar o sentido real. Resoluções de ano novo quase nunca se cumprem, portanto, precisamos fazer uma retrospectiva na consciência e estipular pensamentos de metas alcançáveis e saber gerenciar as expectativas.".

Devemos ainda ter cuidado com os objetivos, metas e expectativas que criamos de forma a proteger o nosso íntimo caso não sejam viáveis.

"O excesso de expectativas podem causar frustrações, insegurança, dor e aumento da ansiedade, já que expectativa é uma ansiedade em potência. Esta sensação de derrota pode levar a pessoa a uma vida amargurada, trazer revolta e até mesmo levar à depressão. 

As expectativas assim como a felicidade variam de acordo com a pessoa, de acordo com a personalidade e esta é formada por uma priori genética que se molda de acordo com o ambiente e experiências. ", esclarece Abreu.

O neurocientista aponta, realisticamente, como podemos lidar com esta situação.

"Como a expectativa é um sentimento na ausência da realidade, vou pontuar fatores reais de possibilidades para que possamos lidar com este sentimento. 

1 - A felicidade está nas coisas simples da vida. Somos seres de instinto, e este nos impulsiona para a sobrevivência, por isso, o equilíbrio está no essencial para a sobrevivência. 

2 - Não viva sem expectativas, apenas a dose de forma equilibrada, não se esqueça que tudo que é demais é ruim, de menos também. É como a água que bebemos, e bebemos pouco faz mal, em excesso passamos mal. As expectativas é uma ansiedade que supre as pendências, entre elas, de estarmos bem, saudáveis, portanto, a expectativa é uma ansiedade que em excesso faz mal, mas sem ela, não há motivação, não há investimento e nem absorção de conhecimento. 

3 - Avalie se as suas expectativas são condizentes com a realidade. Nossa imaginação sempre exalta as possibilidades e projetam "sonhos" com influência da dopamina, hormônio da recompensa, que almeja o sucesso e conta com a ansiedade para conquistá-la. Se não sair como planejado, buscamos culpados e podemos nos culpar. 

4 - Aprenda a encarar as derrotas e perdas, são com os erros que nos tornamos melhores, com eles aprendemos e nos aperfeiçoamos, ganhamos experiência para não errar novamente. 

5 - Busque conhecimento para avaliar resultados da expectativa, use a inteligência emocional para com a razão, com a lógica, possa observar as nuances que levam a conquista para saber se é cabível de expectativa e utilize-a com moderação. Conhecimento elimina suposições que causam incertezas. O dia de hoje não é igual ao de amanhã, tudo muda, tudo passa, tudo tende a se resolver.", conclui.

Fonte: Jennifer da Silva

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu é psicanalista, jornalista, escritor, filósofo e poeta luso-brasileiro. Detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa internacional. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Portugal e Angola. Membro da Mensa (número: 1625BR) , associação de pessoas mais inteligentes do mundo, foi constatado com o QI percentil 99 sendo considerado um dos maiores do mundo. Registro 0.0543 0 Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e CBPC. Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia: 10381444. Registro FENAJ: 0035228/RJ. Registro Internacional: BR16791. Como jornalista tem o recorde mundial na criação de personagens e colabora com inúmeras colunas no Brasil, Portugal e em Angola. Possui jornais em Portugal e é correspondente jornalístico internacional. Como escritor possui 9 livros. No meio acadêmico, além de jornalista é bacharelado em Neurociência pela Emil Brunner World University, nos EUA. Possuí especialização pós universitária em Neurociência na Universidade de Harvard, nos EUA, pós universitário em neurociência pela Faveni no Brasil, Psicanalista e Neuropsicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e SBPC, mestre em Psicanálise, especialização em psicopedagogia, neurociência em cognição e comportamento humano, todos pelo Instituto Gaio da Unesco, especialização em neuroplasticidade na Brain Academy de Bruxelas, pós universitário em neuropsicologia na Cognos em Portugal, especialização em nutrição clínica, gestão de hora e riscos psicossociais pela Traininghouse em Portugal, Idealismo filosófico e visões do mundo - Universidade Autônoma de Madrid, Introdução à Filosofia da Passagens Escola de Filosofia, História de La Ética pela Universidad Carlos III de Madrid, MBA em Psicologia Positiva - Autorrealização, Propósito e Sentido de Vida - PUC RS, Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia; IP:10381444, Registro FENAJ: 0035228/RJ, Registro Jornalista Internacional IFJ: BR16791, Membro Mensa número: 1625BR. Membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra, seu QI de 99 está entre os maiores do mundo.

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete