Car Mais
CAR MAIS

Meio século de glamour

A Land Rover comemora os cinquenta anos do Range Rover com a Fifty Edition e promove atualizações no Sport


Range Rover Fifty Edition

Range Rover Fifty Edition Foto: Divulgação

Para marcar os cinquenta anos do Range Rover, a Land Rover promove o lançamento da Fifty Edition, ao mesmo tempo em que faz atualizações no seu “irmão caçula”, o Sport, com a nova série HSE Dynamic Stealth, juntando-se às HSE Silver e SVR Carbon Edition. A “prima donna” da vez é a Fifty Edition, que comemora os cinquenta anos do topo de linha da gama Land Rover, considerado um dos automóveis mais prestigiados do planeta, com 1.970 (o ano de estreia do modelo) unidades, tendo como base o exclusivo nível de acabamentos “top” Autobiography, nas versões de chassi longo e convencional, com motores a gasolina, a diesel e tecnologia híbrida plug-in P400. São quatro cores de carroceria, que se unem a mais três propostas da Special Vehicle Operations (SVO), a divisão de veículos especiais da marca inglesa.

Range Rover Fifty Edition:Somam-se a isso o acabamento exterior, duas opções de rodas de 22 polegadas desenvolvidas especialmente para a série e o logótipo com a palavra “Fifty” (cinquenta) aplicado tanto na parte de fora do carro quanto em vários pontos da cabine, caso da placa existente no console central junto ao seletor do câmbio com a inscrição “1 of 1.970” (um, e assim por diante, de 1.970 unidades personalizadas). A marca com sede na cidade inglesa de Coventry é de propriedade da Jaguar Land Rover, pertencente desde 2008 à indiana Tata Motors, e se divide em três segmentos: o primeiro são os Range Rover – Sport, Velar e Evoque –, o segundo tem o Discovery e o terceiro conta com o veículo símbolo da Land Rover, o Defender, que teve sua quinta geração lançada recentemente no Brasil.Em 17 de junho de 1970, a Land Rover criou o Range Rover, o primeiro SUV de luxo do mundo.

Range Rover Fifty Edition:

 A Range Rover Fifty Edition terá em termos de motorizações um 5.0 V8 sobrealimentado de 565 cavalos e 71 kgfm de torque acoplado à transmissão automática de 8 velocidades, com opções do 3.0 de seis cilindros da família Ingenium dotado de tecnologia “mild hybrid” com sistema de 48 Volts nas configurações a diesel D250 de 249 cavalos e 61 kgfm, disponível apenas no Sport, a D300 de 300 cavalos e 66 kgfm e a D350 de 350 cavalos e 71 kgfm. A oferta a gasolina integra – além do propulsor V8 exclusivo da Fifty Edition – a P400 3.0 de seis cilindros em linha Ingenium com tecnologia “mild hybrid” de 400 cavalos e 56 kgfm de torque e a P525 5.0 V8 sobrealimentado de 525 cavalos e 63 kgfm. Existe ainda a opção híbrida plug-in, que combina um motor a gasolina de 300 cavalos a um elétrico de 143 cavalos, em um rendimento combinado de 404 cavalos e 65 kgfm de torque, com a bateria de íons de lítio com 13,1 kWh de capacidade, assegurando uma autonomia 100% “verde” de 40 quilômetros no Range Rover P400e e de 41 quilômetros no Sport P400e.

Range Rover Fifty Edition:Internamente, são destaques nos modelos Range Rover Fifty Edition e Sport as novas funções de conectividade, com espelhamento Apple CarPlay e Android Auto de série em todas as versões, assim como o “hotspot” Wi-Fi 4G capaz de suportar até oito ligações, com iluminação ambiente de três zonas por led configurável em dez cores. No quesito segurança, as configurações contam com controles de tração e de estabilidade, assistente de manutenção na faixa de rodagem, frenagem autônoma de emergência e “cruise control” com limitador de velocidade de cruzeiro. Outra novidade para o interior da cabine é o sistema Nanoe de ionização do ar, com o PM2.5, que filtra as partículas nocivas do interior do veículo e melhora a qualidade do ar, bem indicado para estes tempos de coronavírus.

Fonte: Automotrix

Próxima notícia

Dê sua opinião: