Blog do Brandão
AS VOLTAS DO MUNDO

Ao contrário dos Irmãos Gomes, Lula se solidariza com Ciro e Cid, hoje alvos da PF

Quando Lula foi preso ilegalmente pelo "Juiz ladrão" Ciro ficou calado e nunca visitou o ex-presidente na Prisão


Mensagem de Lula no Twitter

Mensagem de Lula no Twitter Foto: Redes sociais

O ex-presidente Lula se solidarizou com o senador Cid Gomes e o irmão dele, o presidenciável Ciro Gomes, que foram alvos de uma operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (15) pela manhã, acusados de desvio de recursos nas obras do Estádio Castelão, em Fortaleza (CE) para a Copa do Mundo de 2014.

Lula publicou em sua conta oficial nas redes sociais uma mensagem de apoio aos dois e considerou a operação desrespeitosa já que os irmãos Gomes não foram sequer ouvidos antes de terem suas casas "invadidas sem necessidade" pela PF.

Lula fez com Ciro Gomes e o irmão dele, exatamente o contrário do que o ex-governador do Ceará fez com ele quando foi alvo da perseguição do "Juiz ladrão" e imparcial Sérgio Moro e seus parceiros "procuradores da Lava Jato" em Curitiba. Ciro foi o único político ligado a Lula que não se solidarizou e nem o visitou quando esteve preso ilegalmente em Curitiba (PR).

Cid e Ciro Gomes são alvos de operação da PF

Prisão política

Lula ficou preso de 7 de abril de 2018 e 8 novembro de 2019 (580 dias), na sede da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, por ordem do então juiz Sérgio Moro, que agiu em conluio com o procuradores da Lava Jato, liderados por Deltran Dallagnol para tirar o ex-presidente da disputa à Presidência da República.

Lula liderava com folga todas as pesquisas de intenção de votos. Com a decisão ilegal do "juiz ladrão" e imparcial Sérgio Moro, o petista ficou impedido de disputar a eleição em 2018, da qual Jair Bolsonaro saiu presidente. O ex-presidente foi preso porque Moro e Dallagnol inventaram que um apartamento no Guarujá, em São Paulo era do Lula.

Deltran Dallagnol e o parceiro Sérgio Moro

Moro e Dallagnol são corruptos-raiz

Ou seja, o "juiz ladrão" e agora politico e pré-candidato a presidente Sérgio Moro e seu parceiro Dallagnol,agora também político, são responsáveis pela eleição de Bolsonaro e toda a desgraça que ocorre no Pais de 2016 até agora.

É importante observar que, tanto o "juiz ladrão" Sérgio Moro quanto os procuradores da Lava Jato, principalmente Dallagnol,  demonstravam cinicamente ojeriza e até nojo pela política e por políticos, mas em bem pouco tempo viraram políticos.

Também é importante ressalta que o "juiz ladrão" e seu parceiro Dallagnol ficaram populares e conhecidos graças aos cargos que exerciam e ao dinheiro público que gastavam para aparecer como heróis e salvadores da Pátria. Ou seja, são corruptos-raiz.

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Luiz Brandão

Luiz Brandão

Luiz Brandão é jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí. Está na profissão há mais de 35 anos. Já trabalhou em rádios, TVs e jornais. Foi repórter das rádios Difusora, Poty e das TVs Timon, Antares e Meio Norte. Também foi repórter dos jornais O Dia, Jornal da Manhã, O Estado, Diário do Povo e Correio do Piauí. Foi editor chefe dos jornais Correio do Piauí, O Estado e Diário do Povo. Atualmente é diretor de jornalismo do portal www.piauihoje.com

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete