Leite materno pode impedir bebês de contraírem doença fatal

Amamentar pode impedir que os bebés recém-nascidos contraiam meningite, apontam especialistas


Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa Foto: Reprodução

Cerca de uma em cada três mulheres é portadora de uma bactéria capaz de provocar a infecção mortal nos recém-nascidos, contudo um açúcar natural encontrado no leite de cerca de metade da população feminina pode ser capaz de bloquear o impacto dessa bactéria prejudicial, aponta um estudo publicado na revista Early Human Development.

A pesquisa concluiu que os bebês amamentados cujas mães tinham o açúcar protetor no seu leite apresentavam uma maior chance de combater naturalmente a bactéria da meningite cerca de 90 dias após o nascimento.

O líder do estudo, o médico Nicholas Andreas, disse ao jornal britânico The Telegraph que “Apesar da pesquisa ainda se encontrar na sua infância demonstra a complexidade do leite materno, e os benefícios que poderá ter para a saúde do bebê”.

“Cada vez mais, as pesquisas sugerem que os açúcares presentes no leite materno podem ajudar a proteger o recém-nascido contra infecções, além de aumentarem a presença das chamadas ‘boas’ bactérias no trato intestinal dos bebês”. Os tipos de açúcares que a mulher contém no seu leite é determinado pela genética.

Os cientistas esperam que a descoberta possa levar à criação de suplementos à base de leite materno para as mães que não contenham o tipo de açúcar protetor.

Fonte: Noticias ao minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: