Secretários assinam contrato de gestão ao assumir cargo

Governador minimizou crítica de Ciro sobre reforma: cada um tem seu estilo


Solenidade de posse de secretários de Estado no Palácio de Karnak

Solenidade de posse de secretários de Estado no Palácio de Karnak Foto: Jorge Bastos/CCom

Às vésperas de completar 100 dias do quarto mandato, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), começou efetivamente nesta sexta-feira (29) a nova gestão estadual ao dar posse a dois novos secretários: o ex-deputado federa Osmar Júnior  (PCdoB) assumiu a  Secretaria de Estado do Governo e o deputado federal Fábio Abreu  (PR) assumiu a Secretaria de Segurança Pública.

O governador avisou que cada auxiliar que assumir está assinando um contrato de gestão. “Ao assinar o termo de posse, o gestor está assinando um contrato de gestão, com as metas que o governador está definindo com base no nosso programa de governo para cada área. E ao mesmo tempo quero agora trabalhar para que cada área tenha a pessoa com as condições técnicas, com a qualificação necessária”, defendeu.

Sobre a fala do senador Ciro Nogueira, que defendeu uma reforma administrativa mais profunda,  Wellington Dias disse que “cada um tem seu estilo, cada um tem a forma de fazer as coisas”.

“Eu quero dizer que tenho um objetivo muito claro e vamos alcançar, se Deus quiser, que é tirar o Piauí, que era o patinho feio em 200,2 era essa a nossa realidade... e chega em 2022 com um estado com alto desenvolvimento, o que significa um plano de para a economia, para o social, para a saúde e outras ações que tragam qualidade de vida para a população”, defendeu, adiantando que a conclusão das indicações do secretariado deve ocorrer até o final de abril.

Fonte: Luiz Brandão

Próxima notícia

Dê sua opinião: