PARALISAÇÃO

Sindireceita anuncia suspensão da greve do dia 18

A decisão vai ao encontro das orientações de organismos internacionais, como a Organização Mundial de Saúde (OMS)


Greve

Greve Foto: Reprodução

A Diretoria Executiva Nacional do Sindireceita informa que, diante do agravamento do quadro de coronavírus (Covid-19) no país, as entidades que convocaram a greve do dia 18 de março estão suspendendo a mobilização.

A decisão vai ao encontro das orientações de organismos internacionais, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), que estão sendo adotadas por governos em todo o mundo, inclusive no Distrito Federal. Neste sábado, dia 14, o governo do Distrito Federal publicou dois novos decretos que mantêm a suspensão de eventos com a participação de mais de 100 pessoas, e de aulas em escolas e universidades por mais 15 dias. Além do DF, outros estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo também estão adotando medidas para tentar conter a transmissão da doença no Brasil. (Veja os decretos)

A suspensão da greve por motivo de força maior não afasta nenhum dos motivos que nos trouxeram à mobilização. Nossa luta continua e o Sindireceita não cessará sua atividade em defesa da categoria, do serviço público e do Estado brasileiro.

A pandemia de coronavírus evidencia a necessidade de fortalecimento do Estado e a essencialidade do serviço público. Esta tragédia não pode, de forma alguma, servir para que se cometa outros erros como a aprovação de reformas que fragilizem os serviços essenciais à população e retirem da economia recursos essenciais para a geração de emprego e renda.

Assim, é fundamental que continuemos a nos engajar à luta por meio dos fóruns de discussão da categoria e das redes sociais. O material da campanha de mobilização está disponível na área restrita da página do Sindireceita na internet (Veja o material).

Manteremos a base informada sobre os assuntos de interesse da categoria e as ações do Sindireceita.

Fonte: Vera Moreira Comunicação

Próxima notícia

Dê sua opinião: