SESSÕES PRESENCIAIS

"Alepi poderia ter aguardado o dia 6", diz Fábio Novo sobre retorno das atividades

Novo disse ainda que a Alepi reabriu sem o devido protocolo de segurança


Fábio Novo em entrevista à imprensa durante retorno à Alepi

Fábio Novo em entrevista à imprensa durante retorno à Alepi Foto: Reprodução/Instagram

De volta à Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) por dois motivos, um porque deixou o comando da Secretaria de Cultura no prazo estipulado para disputar a prefeitura de Teresina, outro por conta da retomada dos trabalhos presenciais na Casa, o deputado Fábio Novo voltou com críticas nesta terça-feira (30).

Para o parlamentar, a volta das atividades presenciais poderia ter aguardado até o dia 6 de julho quando o Estado inicia a retomada de parte da economia. Novo disse ainda que a Alepi reabriu sem o devido protocolo de segurança.

"A Casa reabriu sem protocolo de segurança. Solicitei por escrito da presidência e da Mesa Diretora explicações. A Alepi poderia ter aguardado o dia 6, assim como os demais poderes. Enquanto isso, apresentava um protocolo e treinava seu funcionários", disse.

Apesar do comentário, o deputado falou sobre os requerimentos apresentados. "No retorno gradual da Alepi. Dia de muitos requerimentos, leitura de projetos de lei e um pronunciamento sobre a sanção da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc", comentou.

SERVIDORES COM COVID

O retorno dos trabalhos na Casa Legislativa já h avia sido adiado há uma semana para que os servidores fizessem uma testagem em massa. Dos mil trabalhadores testados, dez tiveram resultado positivo para o novo coronavírus.

Próxima notícia

Dê sua opinião: