PANDEMIA

Fins de semana terão medidas duras e multa para quem estiver sem máscara no Piauí

Decisões foram anunciadas pelo governador Wellington Dias durante live nesta quinta-feira (25)


Governador Wellington Dias

Governador Wellington Dias Foto: Piauihoje.com

O governador Wellington Dias realizou uma transmissão ao vivo pelo YouTube na tarde desta quinta-feira (25) e anunciou novas medidas rígidas para este e o próximo final de semana com objetivo de reduzir a transmissibilidade do novo coronavírus. 

Ficou decido que nesta sexta (26), sábado (27) e domingo (28), e, também, na próxima quinta-feira (2), sexta-feira (3), sábado (4) e domingo (5) será mais restrito o funcionamento de serviços essenciais visando diminuir a procura por leitos hospitalares e as mortes em decorrência da doença. Caso o Piauí alcance bons índices, a retomada das atividades no Estado começa no dia 6 de julho. Essa retomada está prevista para acontecer em quatro etapas.

"Estamos determinando que neste final de semana haja ponto facultativo na sexta-feira, exceto para as áreas essenciais. Também teremos maior restrição em relação às atividades essenciais garantindo o funcionamento de farmácias. Chegamos a tratar da proposta de lockdown, mas não tinha cenário favorável para o Piauí", informou o chefe do Executivo Estadual.

De acordo com o governador, as novas medidas irão possibilitar seguir com o cronograma de reabertura das atividades econômicas.

"Chegamos até aqui numa situação de controle de saúde nas oito regiões do Estado, nenhuma delas entrou em colapso. É provável que já tenhamos entre nós mais de 400 mil pessoas que pegaram coronavírus, uma parte apresentou sintomas, outras foram internadas, outras permaneceram em casa e temos ainda muita gente que se curou. O Piauí se destaca entre os estados com menor de índice de letalidade. Diante disso adotamos algumas medidas juntos num entendimento entre o Governador, o prefeito da capital e a entidade que representa os municípios", disse.

Entre as medidas mais rígidas, Dias anunciou que, em consonância com decretos adotados em diversos estados brasileiros, o Piauí terá multa para quem insistir em ir a locais públicos com atendimentos sem uso das máscaras. 

"Precisamos garantir a desocupação de leitos, reduzir a transmissibilidade da doença e reduzir os óbitos, que é nosso principal objetivo. Estou adotando essas medidas seguindo também o Congresso Nacional com a obrigação de máscaras, principalmente para quem teima em estar em locais públicos sem o uso das máscaras. As equipes que vão a campo verificaram que muitas pessoas não estão usando máscara, mas esse equipamento de proteção individual protege quem usa e protege o outro também, ou seja, você tem direito à escolha sobre a sua vida, mas não sobre a vida do outro. Portanto, teremos que chegar a esse ponto de aplicar advertência seguido de multa para aqueles que desobedecerem ao decreto”, pontuou Dias.", afirmou.

Alcançando a redução, no dia 6 de julho fica autorizada a primeira etapa de retomada de atividades. A cada 15 dias fica autorizada novas etapas, após análise do nível de risco. “Já estamos com mais de 90 dias e sei da dificuldade e esforço de todos. Entramos juntos e vamos prosseguir juntos com a participação e compreensão de todos. Peço que todos possamos colaborar e sair de casa só em situação de extrema necessidade. Cada um cuidar do outro. Já estamos bem próximos para a plena implantação do Pro Piauí”, finalizou o governador.


Próxima notícia

Dê sua opinião: