MINISTÉRIO PÚBLICO

Nova procuradora-geral de Justiça preside a primeira reunião de Conselho Superior

Carmelina Maria Mendes de Moura presidiu a sessão do CSMP nesta sexta-feira


Carmelina Maria Mendes de Moura é a nova procuradora-geral de Justiça

Carmelina Maria Mendes de Moura é a nova procuradora-geral de Justiça Foto: Roberta Aline

A nova procuradora-geral de Justiça do Estado do Piauí, Carmelina Maria Mendes de Moura, presidiu sua primeira sessão como membro do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), na manhã de hoje (19). O CSMP é um órgão da Administração Superior, incumbido de fiscalizar e superintender a atuação do Ministério Público. O colegiado é constituído pela Procuradora-Geral de Justiça, que o preside, pelo Corregedor-Geral do Ministério Público, Luís Francisco Ribeiro, e por mais quatro Procuradores de Justiça eleitos pela classe ministerial. Na reunião de hoje, estavam presentes os conselheiros Alípio de Santana Ribeiro, Raquel Costa Normando, Teresinha de Jesus Marques e Hosaías Matos de Oliveira.

 

Pessoas sentadas atrás de uma bancada

 

“Almejo que possamos atuar de forma exitosa, neste egrégio órgão que reúne tão importantes atribuições para o fortalecimento e o aperfeiçoamento do nosso Ministério Público. Conto com esse trabalho conjunto, sempre fundado no diálogo, no sentido de contribuir para uma melhor prestação de serviços ao cidadão e à sociedade”, declarou Carmelina Moura. A nova Procuradora-Geral recebeu os cumprimentos e as felicitações dos demais conselheiros. No início da reunião, a promotora de Justiça Raquel do Socorro Macêdo Galvão tomou posse como nova secretária do Conselho Superior do Ministério Público. “Sinto-me muito grata e honrada em receber essa missão por designação da procuradora-geral de Justiça. É com satisfação que a aceito, ciente da responsabilidade assumida”, declarou Raquel Galvão. Em seguida, foram empossados cinco promotores de Justiça, que assumiram como titulares em novas comarcas de atuação, por promoção ou remoção.

 

Pessoa de pé falando

 

O promotor de Justiça Luciano Lopes Sales foi promovido para a 1ª Promotoria de Justiça de Corrente, de entrância final. O promotor de Justiça Luiz Antônio França Gomes tomou posse como novo titular de Miguel Alves, de entrância intermediária, em decorrência de promoção. A promotora de Justiça Renata Márcia Rodrigues Silva também foi promovida para a entrância intermediária, assumindo como titular da 1ª PJ de União. A promotora de Justiça Fabrícia Barbosa de Oliveira será a nova titular do Ministério Público em Capitão de Campos, de entrância inicial, em virtude de promoção. Já o promotor de Justiça Rafael Maia Nogueira foi removido para a Promotoria de Justiça de Monsenhor Gil, de entrância inicial.

 

Pessoas sentadas

Pessoas sentadas atrás de uma bancada

 

Renata Márcia Rodrigues Silva discursou durante a sessão, em nome dos demais empossados. “É um dia muito feliz para todos que estamos passando pela movimentação na carreira. Só o fato de ser promotora de Justiça já me emociona, porque isso é muito forte: promover a Justiça. Agradeço a todos que contribuíram para a minha promoção”, declarou ela.

 

Pessoa de pé falando

 

A procuradora-geral de Justiça destacou a importância do trabalho contínuo, parabenizando os promotores de Justiça promovidos e removidos por suas conquistas e lembrando que seus êxitos profissionais devem ser reflexos dos benefícios gerados à sociedade.

 

Pessoas de pé sorrindo

 

Para movimentação na carreira do Ministério Público, são utilizados os critérios de antiguidade, merecimento e interesse público, de acordo com o caso; a partir desses parâmetros, o Conselho Superior decide quais dos membros que se candidataram às vagas serão removidos ou promovidos a novas comarcas.

Fonte: MPPI

Próxima notícia

Dê sua opinião: