ORÇAMENTO 2023

Marcelo Castro diz que Brasil não vai funcionar com o orçamento proposto por Bolsonaro

O senador piauiense mostrou aos colegas o impacto que a proposta orçamentária do Governo Bolsonaro irá causar aos brasileiros


Senador Marcelo Castro

Senador Marcelo Castro Foto: Divulgação

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional aprovou, nessa quarta-feira (30), o relatório preliminar do Orçamento para 2023. O relator da proposta, senador Marcelo Castro (MDB-PI), disse que não há como o Brasil funcionar com o orçamento proposto pelo governo de Jair Bolsonaro (PL) e sem a aprovação da PEC da Transição.

Marcelo Castro ressaltou que o orçamento para o ano de 2023 traz uma redução significativa de despesas em programas e ações para a redução da desigualdade social. 

"Não há como nós fecharmos o orçamento de 2023 com os números que nós temos enviados pelo Executivo", disse o senador.

Marcelo Castro apresentou aos parlamentares as políticas públicas nas áreas de habitação, saneamento básico, educação e saúde que estão comprometidas com a proposta orçamentária de Jair Bolsonaro. 

Por fim, o relator alertou que sem a aprovação da PEC da Transição, programas importantes, como o Farmácia Popular, corre risco de deixar de existir por falta de dinheiro.

Veja o vídeo:

Rafael Fonteles será diplomado no dia 16 de dezembro

Senado aprova aumento da margem do empréstimo consignado para servidor

Aliados de Lula conseguem 28 assinaturas e PEC da Trasição começa tramitar no Senado

Próxima notícia

Dê sua opinião: