LIMINAR

Ministro do STF obriga governo federal agir “imediatamente” para sanar colapso em Manaus

A decisão é liminar (provisória) e atendeu, em parte, aos pedidos feitos por PT e PC do B na quinta-feira (14).


Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski Foto: © Antonio Cruz/ Agência Brasil

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (15) que o governo federal "promova, imediatamente, todas as ações ao seu alcance para debelar a seríssima crise sanitária instalada em Manaus, capital do Amazonas, em especial suprindo os estabelecimentos de saúde locais de oxigênio e de outros insumos médico-hospitalares".

>>Venezuela envia cilindros de oxigênio para o estado do Amazonas

>>Vice-Governadora e Secretário Zé Santana participam de reunião sobre o Busca Ativa

A decisão é liminar (provisória) e atendeu, em parte, aos pedidos feitos por PT e PC do B na quinta-feira (14). Os partidos protocolaram a demanda nesta quinta-feira (14) em meio ao colapso do sistema de saúde público e privado no Amazonas.

Lewandowski determinou ainda que: governo federal apresente ao STF, em 48 horas, "um plano compreensivo e detalhado acerca das estratégias que está colocando em prática ou pretende desenvolver para o enfrentamento da situação de emergência, discriminando ações, programas, projetos e parcerias correspondentes, com a identificação dos respectivos cronogramas e recursos financeiros.

Fonte: Congresso em Foco

Próxima notícia

Dê sua opinião: