EVENTO

Elmano Férrer é homenageado em solenidade pelos 10 anos do HU-UFPI

Segundo o superintendente do HU, o cardiologista Paulo Marcio, o hospital realiza mais de 1 mil atendimentos por dia, emprega mais 2 mil pessoas


Evento

Evento Foto: Divulgação

O senador Elmano Férrer foi agraciado nesta terça-feira (29) com a Medalha de Honra ao Mérito Professor Benedito Borges da Silva durante sessão solene em comemoração aos 10 anos do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) realizada na Assembleia Legislativa do Piauí. Outras 11 personalidades também foram homenageadas pelos relevantes serviços prestados à instituição.

Para o senador Elmano, o hospital é um marco na história da saúde do Piauí e presta relevantes serviços não somente aos piauienses, como para a população de outros estados também. “Sempre procurei ajudar esse hospital por entender da sua relevância não só para o estado do Piauí, como para os estados vizinhos por conta da sua grandiosa estrutura e serviços de qualidade que hoje oferece. Fico muito feliz e honrado com a homenagem, sobretudo porque o HU é um hospital de formação de novos médicos e de outros profissionais da área da saúde também”, ressaltou o parlamentar.

Segundo o superintendente do HU, o cardiologista Paulo Marcio, o hospital realiza mais de 1 mil atendimentos por dia, emprega mais 2 mil pessoas e realiza mais de 600 internações e 40 mil cirurgias por mês. O Hospital Universitário da UFPI foi considerado o 3° centro hospitalar público mais elogiado do país e se destacou também como 5° colocado no ranking que considera a satisfação dos usuários na avaliação de todos os serviços públicos oferecidos em 320 instituições públicas federais do Brasil, segundo dados de levantamento realizado pela Controladoria Geral da União (CGU).

Veja também:

Câmara aprova projeto que regulamenta criptomoeda

Senado aprova aumento da margem do empréstimo consignado para servidor

Aliados de Lula conseguem 28 assinaturas e PEC da Trasição começa tramitar no Senado

Fonte: Icone

Próxima notícia

Dê sua opinião: