AUDIÊNCIA PÚBLICA

Deputados discutem porque as queimadas duplicaram em 2021, no Piauí

"O Piauí registrou, em 2021, quase o dobro de queimadas em relação a 2020, e isso é resultado de uma política ambiental inexistente", disse a deputada Teresa Britto


Plenário da Alepi

Plenário da Alepi Foto: Thiago Amaral/Alepi

Uma audiência pública na Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa participam, na próxima quarta-feira (13), a partir das 9h30, na sala da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), vai discutir as medidas preventivas para evitar o aumento das queimadas no Piauí.

O debate foi proposto pela deputada estadual Teresa Britto (PV). "O Piauí registrou, em 2021, quase o dobro de queimadas em relação a 2020, e isso é resultado de uma política ambiental inexistente, além da falta de fiscalização e campanhas de conscientização contra as queimadas. Vamos reunir todas as autoridades competentes e discutir ações emergenciais, além de cobrar um planejamento para reduzir esses índices alarmantes", alerta.

Além dos deputados, participam do debate representantes do Corpo de Bombeiros, Equatorial Piauí, Ministério Público do Estado, Associação Piauiense dos Municípios, Câmara Municipal de Teresina, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), OAB-PI, Conselho Estadual de Meio Ambiente, Conselho Municipal de Meio Ambiente e Fundação Rio Parnaíba, Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Teresina.

Próxima notícia

Dê sua opinião: