BARBARIDADE

Suspeito de matar vizinha é preso com roupas sujas de sangue e arma do crime

O crime ocorreu na zona rural de Caracol. A mulher foi morta com dois golpes de faca


O homem foi preso com a roupa manchada de sangue

O homem foi preso com a roupa manchada de sangue Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um crime bárbaro chocou a população de Caracol, a 600 km de Teresina, nessa quinta-feira (20). Uma mulher identificada como Gildete Moreira dos Santos, de 54 anos, foi morta com golpes de facão e o vizinho João  Batista Pereira da Rocha foi preso em flagrante. 

Gildete foi assassinada com golpes de faca na garganta e na perna. A família de Gildete informou à polícia que recentemente João Batista tentou estuprar Gildete e a agrediu. Diante das informações, os policiais foram até a casa do suspeito e lá encontraram o facão e as roupas com marcas de sangue.

 João Batista disse que tinha matado um porco dias antes e por isso havia sangue na roupa. Na casa, a polícia ainda apreendeu uma arma de fogo. O homem foi preso e conduzido para a Delegacia Especializada da Mulher, na cidade de São Raimundo Nonato. A Polícia Civil deve investigar o caso. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: