HOMICIDA

Policial do Maranhão que matou PM do Piauí é preso pelo quarto homicídio que cometeu

O cabo Francisco Santos usou a mesma arma nos quatro crimes


Francisco Santos foi preso em flagrante pela morte de Samuel

Francisco Santos foi preso em flagrante pela morte de Samuel Foto: Divulgação/Polícia Militar

A Justiça decretou uma nova prisão contra o policial militar do Maranhão Francisco Ribeiro dos Santos, acusado de mais um homicídio. Ao todo, ele é acusado de cometer quatro homicídios, incluindo o do policial militar do Piauí que foi morto em janeiro de 2019 na frente do filho no bairro Jóquei, zona Leste de Teresina.

A acusação mais recente no qual ele teve a nova prisão decretada foi por um homicídio ocorrido no bairro Pedra Mole, na zona Leste da capital, em 2018. A vítima foi Felipe da Silva Araújo, de 30 anos morto durante uma emboscada na Avenida José de Moura Santos. Este foi o primeiro homicídio cometido pelo policial maranhense.

Identidade policial de Francisco Santos/Divulgação Polícia Militar

Atualmente, Francisco Santos está recolhido em um presídio militar onde responde por um duplo homicídio ocorrido em Teresina. As vítimas são Henrique de Sousa Florêncio, de 20 anos e Diego Armando Alves do Nascimento, de 16 anos, mortos no dia 6 de dezembro de 2018. A dupla foi assassinada por tentar roubar a moto do policial.

Já em 2019, Francisco Santos matou cruelmente o policial militar do Piauí Samuel de Sousa Borges durante uma discussão no trânsito. O cabo do Maranhão chegou a ser preso por este crime, mas foi solto e será julgado no Tribunal do Júri.

Nos quatro homicídios, a polícia identificou que o policial usou a mesma arma. A pistola pertence a Polícia Militar do Maranhão.

Próxima notícia

Dê sua opinião: