ESPETÁCULO

Polícia Federal deflagra 3ª fase da Operação Topique e cumpre mandados na Seduc

As equipes também cumprem mandados na casa do governador Wellington Dias


Policiais cumpre mandados em ação midiática na Seduc

Policiais cumpre mandados em ação midiática na Seduc Foto: Arquivo do Piauí Hoje

A  Polícia Federal deflagrou a terceira fase da operação Topique na manhã desta segunda-feira (27). No total, 12 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Teresina e Brasília (DF). Mais uma vez as equipes da PF vasculham a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e agora, os mandados também são cumpridos na residência da ex-secretária de Educação, a primeira-dama Rejane Dias (PT).

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal no Piauí e a ação acontece em parceria com a Controladoria-Geral da União e o Ministério Público Federal. A operação Topique investiga um suposto esquema criminoso para fraudar licitações de transporte escolar.

As investigações iniciaram ainda em 2018, quando foram deflagradas as operações Topique e Satélites, ocorridas em agosto de 2018 e em setembro de 2019 para investigar os crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e crimes de licitação praticados no âmbito da Secretaria de Educação do Estado do Piauí. 

Segundo a PF, servidores públicos da Seduc e empresários teriam se associado para superfaturar contratos de transporte escolar relacionados a locação de veículos. Foram desviados no mínimo, R$ 50 milhões de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE).  

Depois das duas fases da operação Topique, a PF levantou que o Governo do Piauí continuou mantendo contratos ativos com as empresas envolvidas no esquema criminoso, que totaliza o valor de R$ 96,5 milhões. Nesta nova fase, as ordens judiciais têm o objetivo de aprofundar as investigações sobre o recebimento e solicitação de bens e valores, diretamente ou por intermediários, por agentes públicos que faziam parte do comando da Seduc no período da investigação.

Busca e apreensão

Os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na residência do governador Wellington Dias (PT) e da deputada federal Rejane Dias (PT), que era secretária de Educação do Piauí quando as investigações tiveram início. Também há agentes no gabinete de Rejane na Câmara dos Deputados e na casa de um irmão dela, em Brasília. Por último, as equipes buscam novas provas na sede da Seduc, no Centro Administrativo, em Teresina. 

Nota da Seduc:

A Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) informa que está colaborando plenamente com a investigação em curso da Polícia Federal e sempre se colocou à total disposição dos órgãos de controle para esclarecer quaisquer questionamentos, visando a transparência e o correto funcionamento da administração pública.

Aguarde mais informações!

Próxima notícia

Dê sua opinião: