UNIÃO

Motorista de prefeitura é conduzido à Central de Flagrantes com R$ 379 mil

Motorista foi abordado durante perseguição a acusados de arrombar agência bancária em União


Dinheiro apreendido com supostos funcionários da prefeitura de União

Dinheiro apreendido com supostos funcionários da prefeitura de União Foto: Divulgação/GRECO

Durante diligências para prender os acusados de arrombar a agência do Banco do Brasil de União, a 56 quilômetros de Teresina, policiais apreenderam R$ 379 mil reais com dois funcionários da prefeitura que foram abordados em um veículo Amarok. Embora não tenham sido presos, serão investigados e a origem do dinheiro será apurada.

"Várias barreiras foram montadas, uma dessas detectou uma Amarok chegando à cidade de União, fizemos um acompanhamento e quando os passageiros desembarcaram fizemos uma abordagem e encontramos R$ 379 mil reais. Devido o horário, devido à narrativa inconsistente dos condutores desse veículo acerca da origem do destino desse dinheiro, foi resolvido fazer a condução dessas duas pessoas, uma delas é motorista da prefeitura de União, foi conduzido para a Central de Flagrantes de Teresina, foi feita a apreensão do dinheiro e agora vai ser investigado pela Polícia Civil do Piauí", afirmou o delegado Tales Gomes, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO).

Em nota, a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI) informou que um inquérito policial será aberto para investigar a origem do dinheiro e que funcionários da prefeitura serão ouvidos no decorrer da investigação.

NOTA

A Secretaria de Segurança, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), informa que será instaurado um inquérito policial para investigar a origem e destinação dos R$ 379 mil reais encontrados durante esta sexta-feira (01), onde no decorrer do processo serão ouvidos servidores da Prefeitura do Município de União.

Confira no vídeo a seguir. Delegados comentam o caso a partir de 2m30s.


O motorista foi identificado como Daniel Amorim Silva. Em vídeo, ele afirma ser funcionário da prefeitura de União. Veja a seguir.


Próxima notícia

Dê sua opinião: