CRIME

Homem assassinado a tiros dentro de carro no Piauí era acusado de matar 39 pessoas

Vítima foi presa em 2013, em Uberaba (MG) e era foragido da Justiça do Ceará


Francisco Jairton Teixeira Martins, de 37 anos

Francisco Jairton Teixeira Martins, de 37 anos Foto: Reprodução

Francisco Jairton Teixeira Martins, de 37 anos, morto a tiros dentro de um carro na cidade de Campo Grande do Piauí, na noite da segunda-feira (26), havia sido preso em 2013 acusado de ter matado 39 pessoas. Segundo a Polícia Federal, a vítima era um dos mais perigosos criminosos do Ceará.

Em 2013, quando foi preso, Jairton, estava na cidade de Uberada, em Minas Gerais, usando nome falso. Em matéria publicada pelo G1 à época da prisão, o delegado chefe da PF, Carlos Henrique, disse que durante depoimento, Francisco alegou que o primeiro homicídio ele praticou aos 15 anos e foi colocado na então Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor (Febem) no Ceará. 

“Ele tem oito mandados em aberto por crimes variados. A família dele é toda envolvida com isso”, disse em entrevista concedida em 2013.

Morte de Francisco

As vítimas estavam dentro de um carro modelo Jeep Renegade de placa de São Paulo quando foram perseguidas e assassinadas com vários tiros. Uma multidão de curiosos se uniu ao redor da cena do crime. 

O comandante da Polícia Militar de Campo Grande do Piauí, sargento R. Silva, informou que o crime ocorreu por volta 19h. Testemunhas relataram à Polícia Militar que o Jeep passou a ser perseguido por outro veículo modelo Corolla e de repente os ocupantes do Corolla passaram a atirar. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: