FISCALIZAÇÃO

Procon encontra irregularidades em postos de combustíveis no Piauí

O trabalho de fiscalização contou com a ajuda de outros órgãos


Procon

Procon Foto: Prefeitura Municipal de Cabo Frio

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público do Piauí (PROCON) realizou a Operação Petróleo Real IV. O trabalho de fiscalização contou com o apoio do IMEPI (Instituto de Metrologia do Piauí), da DECCOTERC (Delegacia Especializada no Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária e as Relações de Consumo) e da SEFAZ (Secretaria de Estado da Fazenda).

Segundo o chefe  da Secretaria de Fiscalização do Procon/MPPI, Arimatéa Arêa Leão, a intenção é ampliar o raio de fiscalização."Estamos gradualmente ampliando o raio de atuação do Procon. Nosso intuito é chegar a mais municípios e assim garantir que os consumidores piauienses tenham os seus direitos respeitos, no que se refere a questão dos combustíveis", disse.

No total foram fiscalizados 47 postos de combustíveis. As irregularidades encontradas foram as seguintes: medida baixa (12 postos), falta de Código de Defesa do Consumidor (07 postos), extintor vencido (03 postos), irregularidade no teor de etanol no gás (01 posto), falta de equipamento para teste de análises de combustíveis (09 postos) e falta de pessoal para realizar testes de combustíveis (01 posto). 

A operação foi realizada em postos de combustíveis dos municípios:

Água Branca

Agricolândia

Amarante

Angical

Arraial

Floriano

Francisco Ayres

Hugo Napoleão

Jardim Mulato

Lagoa do Piauí

Lagoinha do Piauí

Miguel Leão

 Olho D' Água do Piauí

Regeneração e São Pedro do Piauí

Águas de Timon destaca papel do saneamento básico para avanços na educação

Nível de água continua a subir na BR-402 devido cheia da Lagoa do Portinho em Parnaíba

Próxima notícia

Dê sua opinião: