TARDE DE HORROR

Após série de roubos, assaltantes estupram grávida no interior do Piauí

O trio invadiu várias casas, matou um cachorro, espancou duas pessoas e ainda abusou sexualmente de uma grávida


Delegacia de Luzilândia

Delegacia de Luzilândia Foto: Arquivo/Portal Rio Parnaíba

Moradores do povoado Maxixe, na zona rural de Madeiro, a 250 km de Teresina, viveram momento de terror nesse domingo (08). O mesmo trio que invadiu a casa do prefeito da cidade, Zé Neto, cometeu uma série de assaltos e até estupro no povoado. Uma grávida foi estuprada pelos criminosos, que cometeram o ato apontando uma arma de fogo para o esposo da vítima.

Por volta das 18h, o trio invadiu a casa do prefeito, matou o cachorro a tiros, amarrou e espancou o caseiro. Os assaltantes levaram objetos da casa e em seguida saíram invadindo outras residências, onde espancaram um outro homem. Em uma das casas invadidas, estava a grávida e seu esposo. Os criminosos apontaram a arma para a cabeça do esposo da vítima e cometeram o estupro. 

Após a onda de crimes, os criminosos fugiram pela mata e a Polícia Militar foi acionada. A grávida foi socorrida e levada ao hospital para os procedimentos necessários. O crime está sendo investigado pelo delegado Renato Pinheiro, titular da Delegacia de Luzilândia, no Norte do Estado.

A PM segue com as diligências, mas até o momento ninguém foi preso. Há ainda o registro de um roubo em uma pousada na cidade, que pode ter sido cometido pelos mesmos assaltantes. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: